Bolsa Bolsa acompanha ganhos das praças europeias após vitória de Macron no debate em França

Bolsa acompanha ganhos das praças europeias após vitória de Macron no debate em França

O principal índice da bolsa nacional mantém-se com sinal mais e acompanha as valorizações das pares europeias. Em Lisboa, destaque para o BCP e sector energético. No mercado cambial, o euro está em máximos de seis semanas debate para as presidenciais francesas.
Bolsa acompanha ganhos das praças europeias após vitória de Macron no debate em França
Reuters
Ana Laranjeiro 21 de março de 2017 às 12:08

A bolsa de Lisboa continua a negociar em terreno positivo, em linha com as principais praças europeias. O PSI-20 soma 0,17% para 4.639,32 pontos, com nove cotadas em alta, sete em queda e três inalteradas.

Entre as restantes praças do Velho Continente, apenas o britânico Footsie regista uma desvalorização ligeira de 0,16%, isto no dia em que o Conselho Europeu agendou para 29 de Abril uma cimeira para preparar as negociações para o Brexit. Ontem, Theresa May, primeira-ministra britânica, revelou que o Artigo 50.º do Tratado de Lisboa vai ser evocado a 29 de Março.


Um dos temas que marca o dia nos mercados é o aumento de capital do Deutsche Bank. Os direitos de subscrição que dão acesso ao aumento de capital de 8.000 milhões de euros do banco alemão começam a negociar hoje e transaccionam até dia 4 de Abril. Depois da queda na sessão de ontem, os títulos do banco alemão aliviam e sobem 3,70% para 15,915 euros.

Outro tema em foco no mercado são as eleições francesas. Esta segunda-feira, realizou-se o primeiro debate televisivo entre os candidatos presidenciais. Uma sondagem, realizada pela Elabe, sobre este debate, indica que o candidato centrista, Emmanuel Macron, foi o mais convincente dos cinco candidatos, ficando assim à frente da candidata da extrema-direita Marine Le Pen. Os resultados desta sondagem podem estar a ajudar a aliviar os receios dos investidores em torno da política europeia, o que pode estar a impulsionar as bolsas europeias. O índice francês CAC 40, avança 0,39%.

A beneficiar com este alívio dos receios dos investidores está também o euro. A moeda da Zona Euro, cresce 0,63% para 1,0807 dólares. Mas durante esta terça-feira, o euro avançou já 0,68% para 1,0812 dólares – o valor mais elevado desde 2 de Fevereiro.


Na bolsa nacional, destaque pela positiva para as acções do BCP e do sector energético. O BCP sobe 1,47% para 16,54 cêntimos.

No sector energético, a EDP ganha 0,45% para 2,89 euros e a EDP Renováveis cresce 0,11% para 6,119 euros. A REN soma 0,07% para 2,675 euros. E a Galp Energia cresce 0,22% para 13,52 euros, isto numa altura em que os preços do petróleo sobem nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações nacionais, valoriza 0,72% para 51,99 dólares por barril.


No sector da pasta e do papel, a Navigator aprecia 0,33% para 3,631 euros e a Semapa desliza 0,30% para 13,455 euros. A Altri soma 0,02% para 4,186 euros.

A Jerónimo Martins segue inalterada nos 15,67 euros e a concorrente Sonae recua 0,34% para 87,8 cêntimos. A Nos desce 0,49% para 4,921 euros.

A Novabase, que começou ontem a negociar no PSI-20, cede 0,03% para 3,049 euros. Numa nota de análise emitida esta terça-feira, os analistas do CaixaBI subiram o preço-alvo da cotada.

E a Ibersol, que ontem iniciou também a negociação no principal índice da bolsa nacional e tocou no seu valor mais elevado de sempre, recua 2,38% para 14,75 euros.




A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
COMPREM CIMPOR Há 6 dias

O AUMENTO DE CAPITAL vai ser a 10 cêntimos por ação ou seja um terço da cotação ACTUAL por isso COMPREM mais a este preço que é para o sr PROENÇA de CARVALHO ainda se rir MAIS

o tio amorim Há 6 dias

o tio amorim na sexta comprou comprou até fechar nos 10.24 agora deixou de comprar lá vai a cotação pelo CANO ABAIXO e o aumento de capital ESTÁ AI Á PORTA

LIVRA não largam o bcp Há 6 dias

PRONTO já LIGARAM A MARCHA ATRÁS NO MILENIUM OUTRA VEZ

Ébrio Há 6 dias

A nossa bolsa bebeu demais ao almoço!
Está a ficar com as faces vermelhas!
Depois de se ter portado bem! Começa agora a desatinar!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub