Bolsa Bolsa cai em dia de quedas generalizadas

Bolsa cai em dia de quedas generalizadas

O grupo EDP caiu mais de 1%, no dia em que arrancou a OPA à Renováveis. Mas não foram apenas estas cotadas que pressionaram. Das 19 empresas que integram o principal índice, 15 caíram.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 06 de julho de 2017 às 16:45

O PSI-20 desceu 0,66% para 5.169,10 pontos, com 15 cotadas em queda e quatro em alta. No resto da Europa a tendência também é de quedas generalizadas, num dia marcado por uma emissão de dívida por parte de França que teve uma procura fraca, o que espoletou receios entre os investidores e provocou uma subida generalizada dos juros da dívida Europeia.


Além disso, foram conhecidos os relatos da última reunião do Banco Central Europeu (BCE), onde foi revelado que os governadores também ponderaram deixar cair a possibilidade de reforçar o programa de compra de activos.

O grupo EDP destacou-se, com a eléctrica a descer 1,26% para 2.822 euros, enquanto a EDP Renováveis perdeu 1,88% para 6,893 euros, mantendo-se assim acima da contrapartida da oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela eléctrica liderada por António Mexia neste que foi o primeiro dia da oferta.

A CMVM deu ontem luz verde à OPA da EDP, tendo assim a operação arrancado esta quinta-feira, 6 de Julho. A oferta em cima da mesa é de 6,75 euros, já que a contrapartida descontou o dividendo de 0,05 euros pago pela Renováveis aos accionistas. 

O Haitong considera que é cada vez menor a probabilidade de a contrapartida ser revista em alta, mas alguns investidores parecem ainda acreditar que a oferta possa ser melhorada, só isso justifica a negociação das acções acima do preço da OPA.


Ainda no sector da energia a Galp caiu 0,98% para 13,11 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão a subir mais de 2%, a anular parte da queda registada na última sessão, depois de ter sido noticiado que a Rússia não está disponível para aumentar os cortes de produção de petróleo além dos já implementados no seio da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP). 

Na banca, o BCP recuou 0,66% para 0,2405 euros, enquanto as unidades de participação do Montepio recuaram 1,21% para 0,978 euros, depois de ontem quase terem duplicado em reacção ao anúncio de compra destes títulos por parte da Mutualista a 1 euro cada, com o objectivo de retirar estas unidades de bolsa. 

A contrariar a tendência esteve a Jerónimo Martins, que subiu 0,41% para 17,285 euros, bem como os CTT, que avançaram 0,62% para 5,547 euros. Em alta fecharam ainda a Navigator, ao subir 0,19% para 3,754 euros, e a Nos, que apreciou 0,04% para 5,251 euros.

Todas as restantes cotadas terminaram a sessão com sinal negativo.


(Notícia actualizada às 16:52 com mais informação)




A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado MR 06.07.2017

Que pobreza franciscana... ao que chegou o fórum do JN... Parabéns!!!

comentários mais recentes
Anónimo 06.07.2017

Qual é a boa Notícia de Moçambique para a Mpta Engil???Digam, digam....

A Mota Engil nas ultimas semanas é sempre a tombar, então hoje, foi mais um malhanço!!

O que se passa com esta Mota que está sempre a derrapar. Acabou-se a gota??? Estou a ver que tenho de as vender ao desbarato???

RE SR JOÃO FERREIRA 06.07.2017

Na espanha essa ESCUMALHA foi PROIBIDA porque é que cá NÃO FAZEM o MESMO . ou cá será que os senhores da CMVM tem prazer em que CONTINUEMOS TODOS NO LIXO

joaoferreira1 06.07.2017

O meu único problema com os shorts é que deviam ter os mesmos meios que eu. Ou seja...se eu compro ações eu espero que elas subam e não tenho capacidade para interferir com a subida ou descida. No caso destes shorts...devia ser o mesmo...eles acham que é possível que a ação baixe...por fatores que podem acontecer. Mas não é isto que se passa. O que se vê na análise do trade é que os shorts manipulam a compra e venda...ou sejam elas descem pq eles compram e vendem a si próprios. Basta ver as coincidências de valores certinhos nas ordens de um lado e outro.

MASSA BRUTA e SEU o amigo santana FLOPES 06.07.2017



o me amigo santana FLOPES já me avisou OUTRA VEZ que depois de lançar UMA opa a um banco FALIDO a 1 EURO agora irá lamçar uma OPA a 3 EUROS ao MILENIUM BCP o DIAMANTE do PSI20

ver mais comentários
pub