Bolsa Bolsa contraria perdas da Europa com quatro cotadas em máximos

Bolsa contraria perdas da Europa com quatro cotadas em máximos

Navigator, Altri, Galp Energia e Mota-Engil atingiram máximos de pelo menos 52 semanas, compensando a queda dos CTT, que voltaram a afundar.
Bolsa contraria perdas da Europa com quatro cotadas em máximos
Pedro Catarino/CM
Nuno Carregueiro 02 de novembro de 2017 às 16:46

A bolsa nacional fechou em terreno positivo numa sessão que foi de queda nas restantes praças europeias, com o PSI-20 a beneficiar dos máximos de 52 semanas que foram fixados por quatro cotadas do índice.

 

O PSI-20 avançou 0,15% para 5.446,82 pontos, com metade das cotadas em alta, oito em queda e uma sem variação. As bolsas europeias fecharam em terreno negativo numa sessão marcada pela primeira subida em mais de uma década na taxa de juro do Banco de Inglaterra.

 

Em Lisboa o dia foi novamente marcado pela queda acentuada das acções dos CTT: caíram 4,49% para 3,782 euros e fixaram um novo mínimo histórico. Uma tendência negativa que foi contrariada pelos máximos de pelo menos 52 semanas que fixados por quatro cotadas:  Navigator, Altri, Galp Energia e Mota-Engil.

A queda nos títulos da empresa dos Correios acentuou-se depois da conference call da empresa com analistas, onde os CTT admitiram a possibilidade de passar a terceiros a gestão de estações dos correios. Ontem os títulos registaram a maior queda de sempre, em reacção aos resultados abaixo do esperado e ao corte no dividendo.

 

A Jerónimo Martins foi uma das cotadas que mais impulsionou o PSI-20, com uma valorização de 1,67% para 15,85 euros, depois de o CEO da empresa, Pedro Soares dos Santos, ter admitido em entrevista à Bloomberg que pode pagar um dividendo extraordinário este ano.

 

A Galp Energia foi outra das estrelas da sessão, com uma subida de 1,36% para 16,06 euros, numa sessão que voltou a ser de ganhos para os preços do petróleo. As acções da petrolífera atingiram um máximo desde Junho de 2011 nos 16,11 euros. O Brent em Londres valorizou 0,13% para 60,57 dólares por barril.  

 

No sector das fabricantes de pasta e papel o dia foi também de máximos, com a Altri a subir 1,36% para 5,647 euros (máximo histórico) e a Navigator a ganhar 0,85% para 4,518 euros (máximo de 2015).

 

O Banco Comercial Português também impulsionou o PSI-20, com uma subida de 0,71% para 25,56 cêntimos. O BPI estima que o BCP tenha fechado os primeiros nove meses do ano com um lucro de 131 milhões de euros, o que compara com o prejuízo de 251 milhões de euros reportado há um ano, de acordo com uma nota de análise emitida esta quinta-feira, 2 de Novembro, a que o Negócios teve acesso.

 

A EDP valorizou 0,42% para 3,098 euros, sendo que depois do fecho da sessão anunciou um aumento dos lucros em 86% para 1.147 milhões de euros, beneficiando com a mais-valia da venda da Naturgás. A EDP Renováveis caiu 0,42% para 7,159 euros.

 

A Mota-Engil foi a quarta cotada que fixou máximos de 52 semanas (3,63 euros), embora tenha fechado a cair 2,72% para 3,50 euros.

 

(notícia actualizada às 17:11 com mais informação)




A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado BCP - 2018 price target (update) Há 2 semanas

ROE (CEO plan) = 10%. Equity = 5.900.000.000€. Earnings = 0,1 x 5.900.000.000€ = 590.000.000€. P/E = 10 (Eurozone average). Market capitalisation = 10 x 590.000.000€ = 5.900.000.000€. Stock price target = 5.900.000.000€ / 15.000.000.000 = 0,39€. Upside potential = 0,39€/0,2556€ - 1 = 54,5%.

comentários mais recentes
Ó ressabiado dos 800% Há 2 semanas

Ainda andas por aqui? É preciso ser mesmo parvo. Eu percebo que a azia incomode, mas já podias deixar de ser parvo e lucrar com o BCP. Preferes andar por aqui a berrar? Mas que grande otário.

Obrigado querido BCP! Há 2 semanas

Nos últimos 10 anos os price targets "ultra-avantajados" do BCP também eram vomitados a toda a hora e vejam ao estado a que chegou... não vale um "tostão furado"... a pior penny stock de toda a Europa! Apenas viveu e vive de ac á custa dos seus pobres acionistas! Obrigado por nos ires ao bolso BCP!

RE: os shorts do BCP são todos da FOSUN Há 2 semanas

O que paradoxalmente poderia ser um autêntico:
"Negócio da China" !!!
Mas com franqueza, do que sei (e sem quaisquer garantias) não me parece muito crìvel.
Mas em Bolsa, tudo é possível...

BCP é uma VERGONHA Há 2 semanas

Em condições normais este titulo após ac já deveria ter subido +800%, até porque não valia um "tostão furado", de forma a que os seus acionistas recuperam-se pelo menos o seu capital, mas o que se viu é isto +-80%... pior impossível. Existem idiotas que ainda agradecem! Que flop de "quás quás"...

ver mais comentários