Bolsa Bolsa de Lisboa acompanha ganhos europeus após rally dos EUA e Ásia

Bolsa de Lisboa acompanha ganhos europeus após rally dos EUA e Ásia

A maioria dos títulos dos sectores energético e industrial está a suportar as valorizações do PSI-20 esta quinta-feira. A generalidade do sector financeiro, no dia em que o BPI mostra as contas do trimestre, transacciona inalterado.
Paulo Zacarias Gomes 26 de janeiro de 2017 às 08:11
A praça portuguesa abriu a sessão desta quinta-feira, 26 de Janeiro, com ganhos que acompanham as pares europeias. O PSI-20 soma 0,34% para 4.589,36 pontos, com 13 títulos em alta, três em queda e dois inalterados.

A conduzir as valorizações em Lisboa estão os ganhos da Galp (0,43% para 14,06 euros num dia em que os preços do barril de petróleo ganham mais de 0,5%). Um analista da Bloomberg, Philipp Chladek, refere esta quinta-feira que a empresa pode ter de reduzir a posição em algumas concessões de petróleo e gás no offshore do Brasil, nomeadamente no campo Lula, dado que partes das descobertas feitas se estendem a áreas adjacentes. 

A contribuir para os ganhos do PSI-20 estão também a EDP (soma 0,63% para 2,719 euros), CTT (que avança 0,97% para 6,05 euros) e Nos (mais 0,56% para 5,2 euros), além das industriais Semapa, Altri e Corticeira Amorim.

Esta quarta-feira, em declarações à Bloomberg, o analista Nuno Estácio do Haitong justificava a performance positiva dos títulos do sector papeleiro com a perspectiva de um aumento dos preços da pasta de papel nos próximos meses. Na sessão de hoje, a Navigator continua a registar uma das maiores subidas, com um avanço de 1,91% para 3,37 euros.

O BPI, que esta quinta-feira ao final da sessão apresenta resultados trimestrais, é um dos títulos inalterados, à semelhança do que acontece com o BCP - com cada título a valer 15 cêntimos. Contudo, os direitos associados ao aumento de capital do banco recuam 3,46% para os 0,753 euros. 

Os analistas do CaixaBI estimam que o banco liderado por Fernando Ulrich apresente hoje um aumento de 12,7% nos lucros anuais, para 266,4 milhões de euros, apesar de uma queda trimestral em termos homólogos de 2,4%. 

Já a Mota-Engil ganha mais de 1% depois de ontem ter anunciado que ficou concluída a liquidação financeira da primeira parte do acordo celebrado com os franceses da Ardian, que garante à construtora portuguesa e ao Novo Banco (accionistas da Ascendi Group) um encaixe de 384 milhões de euros.

A bolsa portuguesa segue o ritmo das demais pares europeias, depois de durante a madrugada o índice japonês Nikkei ter tocado em máximos de três semanas e de ontem Wall Street ter tocado máximos históricos nos três índices de referência.

A impulsionar as acções norte-americanas têm estado os bons resultados trimestrais de grandes empresas e o optimismo em torno do crescimento económico dos Estados Unidos, com os olhos postos nas medidas de incentivo ao crescimento e desregulamentação anunciadas pelo novo presidente, Donald Trump.


(Notícia actualizada às 8:23 com mais informação)



A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

SONAESHOW assista hoje, é da parte da tarde!

Anónimo Há 4 semanas

A sonae sgps é hoje um aglomerado com activos muito importantes e valiosos que, a qualquer momento o vulcão vai explodir.É neste momento uma das empresas com mais investimentos e que já começaram a dar sinais desta expansãoTem bons gestores e conhecedores do que estão a desempenhar.

ALTRI = BULL Há 4 semanas

A minha ALTRI lá vai criando o seu bullmarket, só boas noticias: pasta de papel vai subir, euro mais fraco, tudo para a cotação ir por aí a cima, hehehehe

Anónimo Há 4 semanas

Para o Criador de touros e SOUSA invistam em cotadas valiosas tipo Altri ou Navigator essas sim! Esqueçam toda a banca nacional nos próximos anos, só servem para enterrar os vossos investimentos! Ouçam o q vos digo, n remem contra a maré, caso contrario: preparem-se para menos valias desagradáveis.

ver mais comentários
pub