Bolsa Bolsa de Lisboa atenua quedas mas mantém mínimos de três meses

Bolsa de Lisboa atenua quedas mas mantém mínimos de três meses

A praça nacional recuperou parte das perdas que marcaram a sessão, com títulos como Galp e Jerónimo Martins com saldo positivo. O BCP, que se manteve no vermelho, também atenuou as perdas que chegaram a superar 4%.
A carregar o vídeo ...
Paulo Zacarias Gomes 29 de agosto de 2017 às 16:45
A bolsa nacional somou esta terça-feira, 29 de Agosto, a sua terceira sessão negativa, encerrando em mínimos de 15 de Maio e a acompanhar as perdas no resto do Velho Continente, que reflectem as preocupações com a tensão geopolítica entre os EUA e a Coreia do Norte e a valorização do euro.

O PSI-20 acabou por atenuar as quedas de início de sessão e terminou o dia a ceder 0,35% para 5.111,37 pontos, com 13 títulos em queda, quatro com valorizações e duas cotadas sem alteração face ao fecho da véspera.

A guiar o índice para terreno negativo estiveram o BCP - moderou as quedas depois de ter tombado mais de 4% na sessão, mas terminou em mínimos de três meses (24 de Maio) - que caiu 0,9% para 0,22 euros.

Já a Galp e a Jerónimo Martins inverteram de perdas para ganhos (0,58% para 13,82 euros e 0,77% para 16,46 euros, respectivamente), travandomaiores recuos em Lisboa.

A Pharol, que ontem mostrou lucros de 61,8 milhões de euros no primeiro semestre, terminou a ganhar 0,32% para 0,315 euros.

Fora do índice, e também na sequência da apresentação de resultados na véspera, a Martifer somou 2,51% para 0,368 euros após ter registado lucros pela primeira vez num primeiro semestre desde 2010. Já a Teixeira Duarte caiu 1,90% para 0,31 euros, em mínimos de 26 de Maio, depois de ontem ter comunicado uma redução dos prejuízos no primeiro semestre. 

A condicionar as negociações internacionalmente esteve a incerteza em torno de um novo ensaio com um míssil norte-coreano, que sobrevoou território do Japão e levou à condenação internacional, motivando uma reunião do conselho de Segurança das Nações Unidas e levando o presidente Donald Trump a reafirmar que todas as hipotéticas soluções estão em cima da mesa - ou seja, não afastando o uso da força.

"Este é um assunto diplomático de longo prazo que ficará connosco por mais algum tempo. Mas a nossa interpretação face ao perigo actual muda consoante a resposta de Trump. Com uma resposta mais comedida da administração, em vez do comentário 'fogo e fúria' que vimos anteriormente, vemos um efeito menos dramático no mercado," afirmou à Reuters o estratega Art Hogan, da Wunderlich Securities.

Por outro lado, a força do euro - que superou os 1,20 dólares pela primeira vez desde Janeiro de 2015 - prejudicou as acções das exportadoras europeias, dada a diminuição da competitividade dos produtos fabricados no Velho Continente.

A aversão ao risco beneficia activos de refúgio como o ouro (tocou máximos intradiários de Novembro, posteriores à eleição de Donald Trump) e o iene (no valor mais elevado desde Abril). Já em Nova Iorque, os principais índices seguem entre ganhos e perdas, com o tecnológico Nasdaq praticamente na linha de água, com as últimas horas a serem de recuperação em relação aos valores da abertura.

(Notícia actualizada às 16:56 com mais informação)



A sua opinião66
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado MASSA BRUTA 29.08.2017

AMIGOS, COMPANHEIROS, CAMARADAS
HOJE FOI MAIS UM DIA DE SHORTAR
MAS COMO VOS EU DISSE ESTÁ MANHÃ EU IA SAIR HOJE E SAI ESTÁ TARDE
FORAM 3 DIAS SEGUIDOS A GANHAR COM O BCP, 7,2% DE LUCROS
SÓ TENHO MONTEPIO, QUE AGORA VOU REFLETIR SE VOU ENTRAR NOVAMENTE, OU ESPERO MAIS 2 OU 3 DIAS PORQUE BCP ESTÁ MUITO APETECIVEL, PARECE UM DOCE
MAS AMIGOS TENHAM CUIDADO, OS HOMENS NÃO SE ENTENDEM, SE CAI UMA BOMBINHA ONDE QUE LUGAR FOR, VAI FAZER UM ESTRADALHAÇO DO CARAÇAS, VAI HAVER AÇÕES QUE VÃO CAIR DE REPENTE 30%, 40% OU 50% DE UMA VEZ SÓ.
O MELHOR REFUGIO É MESMO O OURO, QUE IRA SER A MOEDA DE TROCA PÓS GUERRA, QUE DOLÁR, EUROS, OU OUTRA MOEDA QUAL ELA SEJA NÃO VALERÁ NADA DE NADA, MAS O OURO VALERÁ SEMPRE.
TENHAM ATENÇÃO AMIGOS PORQUE O METAL AMARELO É O QUE VALE, DINHEIRO E AÇÕES SERÁ APENAS PAPEL INÚTIL PARA DEPOIS SOBREVIVERMOS.
BONS NEGOCIOS PARA TODOS
UM FORTE ABRAÇO AQUI DO MASSA.
SEMPRE AS VOSSAS ORDENS ESTE VOSSO AMIGO.

comentários mais recentes
Anónimo 30.08.2017

Que cambada de desequilibrados!
Criador de Toiros estás mesmo a precisar dum psiquiatra
perdes e ficas a bater mal, muito mal

Criador de Touros 29.08.2017

O BCP tem pernas para andar. Este será o primeiro estádio, com alguma consolidação, outros se lhe seguirão, gradualmente.

Alguns numeros BCP 29.08.2017

Minimo BCP 2017: 0,138€ (16 Jan)
Máximo BCP 2017: 0,259€ (13 Jul)
Fecho hoje: 0,220€
Valorização vs minimo: +60%
Valorização vs máximo: -15%
Estamos 60% acima do minimo e 15% abaixo do máximo. Magnifico investimento.

Criador de Touros 29.08.2017

Sócrates diz que direita quis impedir a sua candidatura a Belém-Jornal ECO. Ora aqui está mais um socialista a culpar a direita pelos grandes males que provocou ao impedir Sócrates de ir a presidente. António Costa concerteza preferiria Sócrates a Marcelo, pois todo o sucateiro que se preza se apraz por meter na boca um robalo escamado ao gosto da decadente moda arco-íris...!!; )

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub