Bolsa Bolsa desce pela quinta sessão com BCP a pressionar

Bolsa desce pela quinta sessão com BCP a pressionar

O PSI-20 volta a pressionar a tendência de alta das principais praças europeias, numa sessão em que o BCP volta a negociar em terreno negativo.
Nuno Carregueiro 11 de Janeiro de 2017 às 08:08

A bolsa nacional abriu em queda, na quinta sessão consecutiva em terreno negativo, com o índice português de novo pressionado pela queda do Banco Comercial Português.

Numa sessão em que o IGCP vai ao mercado emitir 3 mil milhões de euros em dívida sindicada a 10 anos, o PSI-20 desce 0,18% e negoceia em contra-ciclo com as principais praças europeias, que abriram em alta ligeira.


A determinar a queda da praça portuguesa volta a estar o BCP, que desce 3,59% para 0,89 euros. As acções do maior banco privado português atingiram ontem um mínimo histórico nos 0,87 euros em reacção ao anúncio de um aumento de capital de 1,33 mil milhões de euros.


Os restantes pesados da praça portuguesa estão também em terreno negativo. É o caso da Galp Energia, que desce 0,14% para 14,05 euros e da Jerónimo Martins, que desce 0,25% para 15,915 euros. A dona do Pingo Doce vai amanhã anunciar as vendas preliminares do quatro trimestre, que os analistas estimam que tenha sido forte.


A EDP segue estável nos 2,74 euros depois do CaixaBI ter reduzido o preço-alvo da cotada de 3,65 euros para 3,50 euros, melhorando no entanto a recomendação, que passou de "accumulate" para "buy".   

Segundo a Bloomberg, a EDP mandatou o JPMorgan e o Morgan Stanley para estudarem as opções de venda da distribuidora de gás Naturgas em Espanha - detida a 100% pela EDP - uma alienação que, a concretizar-se, pode significar um encaixe de 2.000 milhões de euros para a companhia.

 

Do lado dos ganhos está a Navigator, com uma subida de 0,52% para 3,307 euros, bem como a Mota-Engil, que soma 2,04% para 1,653 euros.


(notícia actualizada às 8:15 com mais informação)



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Sou administrador de banco na reforma. Estou disponível para colaborar em empresa que desejem eclipsar.

economista Há 1 semana

Ciclo de perdas na bolsa a chegar ao fim, 5 dias a cair, no máximo pode ir a 6, mas deve inverter hoje ,e voltar ao ciclo dos ganhos escolham bem o que comprar, as que dão bons dividendos são as que devem apostar, navigator , um exemplo

Anónimo Há 1 semana

Fujam da bolsa. juros a dívida a aumentar, este pais está condenado. As grandes casas de investimento já nos estão a fazer a folha de novo.

Camponio da beira Há 1 semana

nuno amado ainda há uns meses atrás dizia que estava a ponderar ir à compra do novo banco, afinal nem dinheiro tem para as dividas.Ponham um merceeiro à frente do banco que percebe mais de contas.

pub