Bolsa Bolsa desce pela segunda sessão com EDP a pressionar  

Bolsa desce pela segunda sessão com EDP a pressionar  

A bolsa nacional segue o desempenho das praças europeias, estando a ser pressionada pela EDP e EDP Renováveis.
Bolsa desce pela segunda sessão com EDP a pressionar   
Nuno Carregueiro 21 de dezembro de 2017 às 08:15

O PSI-20 desce 0,24% para 5.393,65 pontos, com seis cotadas em alta, sete em queda e cinco sem variação. O índice português desce pela segunda sessão, depois de uma série de três sessões em alta.

 

Na Europa a tendência permanece negativa, com os índices a descerem pela terceira sessão, com os investidores a aproveitarem para realizar mais-valias agora que a reforma fiscal já foi aprovada no Congresso dos Estados Unidos.

 

As empresas do Grupo EDP são as que mais penalizam o PSI-20. A EDP cede 0,59% para 2,86 euros e a EDP Renováveis cai 0,52% para 6,715 euros.

 

Ontem a EDPR anunciou que assegurou novos contratos de aquisição de energia (CAE) no Brasil, para 218 MW de geração eólica, o que eleva a 482 MW os projectos de energia eólica naquele país, entre parques em construção e desenvolvimento. Na véspera a EDP tinha anunciado que a sua participada brasileira EDP Brasil tinha comprado uma participação 14,46% do total das acções da Centrais Elétricas de Santa Catarina (33,1% das acções ordinárias e 1,9% das acções preferenciais), por 59,2 milhões de euros.

 

Ainda a pressionado o índice o BCP recua de máximos de Agosto de 2016, com as acções a cederem 0,3% para 0,2694 euros. A Jerónimo Martins cai 0,22% para 15,60 euros.

 

Os CTT permanecem em alta, com as acções a subirem 0,14% para 3,66 euros. A empresa dos Correios fechou ontem a subir mais de 5%, com os investidores a reagirem de forma favorável ao plano de reestruturação que prevê o corte de 800 postos de trabalho em três anos.

 

A Galp Energia também limita as quedas do PSI-20, com uma subida de 0,26% para 15,56 euros, numa sessão em que o petróleo negoceia em terreno positivo.




A sua opinião49
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Sei do que falo Há 4 horas

Acreditem em mim que digo isto desde o Aumento de Capital. Há um ano que eu digo o mesmo todos os dias. Todos os dias cá venho dizer a mesma coisa. A minha conversa é sempre a mesma. Já dizia isto quando o BCP estava a 14, a 15, a 16, a 17, a 18 (gosto muito do 18), a 19, a 20, a 21, a 22, a 23, a 24, a 25 a 26 e digo o mesmo agora que está a 27. Todos os dias a mesma conversa. É que é todos os dias a mesma coisa.

Sei do que falo.

comentários mais recentes
Sim! Há 4 semanas

A Bolsa de Lisboa é a autoeuropa das bolsas europeias : um desastre, desde que o PS é governo em Portugal !

DR BCP DIGA : 0.33 Há 4 semanas

É já dentro de 15 dias e MAIS não posso dizer SENÃO sou FUZILADO

Tristeza. Há 4 semanas

E mais uma vez, como é hábito, a Bolsa portuguesa é a pior de TODA a Europa ! Graças ao Ps/PC/BE ! Só pode ser por termos a esquerda e extrema esquerda no poder ! Daa-se, não se consegue ganhar uns trocos !!!

Mota Engil Há 4 semanas

Possa, hoje a Mota Engil bebe gasoil como um Ford Mustang de 1960... vamos ver se amanhã muda para motor elétrico para percorrer mais uns kilómetros com muito baixo consumo! Estou confiante que sim! isto só se justifica com realização de mais valias.

ver mais comentários
pub