Bolsa Bolsa nacional cai com Sonae e Altri a descontarem dividendos

Bolsa nacional cai com Sonae e Altri a descontarem dividendos

Apesar de se tratar de um ajustamento técnico, o desconto dos dividendos das acções da Sonae e da Altri está a ditar a descida da bolsa nacional, numa Europa que acordou no verde.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 11 de maio de 2017 às 08:03
O PSI-20 desce 0,20% para 5.240,11 pontos, numa altura em que a maioria das praças europeias abriu a subir. 

Na praça nacional é essencialmente o facto de a Altri e a Sonae SGPS estarem a descontar os dividendos que vão pagar aos seus accionistas que está a ditar a descida da bolsa. 

Assim, a Sonae SGPS está a descer 3,18% para 0,943 euros, no dia em que desconta o dividendo que vai pagar aos seus accionistas, que é de 0,04 euros. Ou seja, se não fosse este ajuste técnico as acções estariam a subir 0,96%. 

No caso da Altri os títulos estão a cair 3,67% para 4,22 euros, no dia em que descontam o dividendo de 0,25 euros que vai pagar aos accionistas. Não fosse este desconto e as acções estariam a subir 2,15%. A descontar o dividendo está ainda a F. Ramada, que vai pagar 0,28 euros aos accionistas. 

A pesar na negociação da bolsa nacional está ainda o grupo EDP, com a eléctrica a cair 0,40% para 3,238 euros e a EDP Renováveis a ceder 0,24% para 7,022 euros. 

Ainda na energia a REN cai 0,45% para 2,867 euros, no dia em que revela os números do primeiro trimestre do ano e em que reúne os seus accionistas para votarem o aumento de capital de 250 milhões de euros no âmbito da compra da EDP Gás por 500 milhões de euros. 

Já a Galp sobe 0,39% para 14,20 euros, numa altura em que o petróleo voltou aos ganhos, depois de ontem os EUA terem revelado uma nova queda das reservas do país, o que reduz os receios em torno do excesso de fornecimento de mantéria-prima. O barril do Brent sobe 0,88% para 50,66 euros. 

Destaque ainda para as acções da Semapa, que sobe 0,33% para 15,35 euros, renovando o máximo histórico. Bem como para a Sonae Capital, que avança 0,34% para 0,891 euros, o máximo desde Novembro de 2009.

O BCP avança 0,53% para 0,2272 euros.

(Notícia actualizada às 08:15)

A sua opinião23
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

Então já não esperas pelo dia 18 de Agosto? Dia em que as ditas passam a valer 1€!

comentários mais recentes
PHAROL Há 2 semanas

Os titulos da OI (OIBR3 e OIBR4) já sobem no Brasil! Mais boas noticias para a Pharol! PHAROL COM SINAL +!

Anónimo Há 2 semanas

O que é que se passa com a Tofina e com Inapta?
Ambas sobem mais de 10%!

PHAROL Há 2 semanas

COMPRAR É A PALAVRA DE ORDEM PARA A PHAROL! Excelentes resultados apresentados hoje nas contas da OI! Pharol a disparar agora e nos próximos tempos!

BCP = BURACO NEGRO Há 2 semanas

Se alguém ainda tinha duvidas sobre o BURACO NEGRO / SORVEDOR DE CAPITAIS DOS PEQUENOS ACIONISTAS que é o BCP, creio que se acabaram as duvidas... o estado de graça após a recapitalização (mais uma!!!) acabou... outra há-de vir e limpar ainda mais dinheiro aos acionista... VENDAM ENQUANTO É TEMPO!

ver mais comentários
}
pub