Bolsa Bolsa nacional em alta à boleia da Semapa, EDPR e JM

Bolsa nacional em alta à boleia da Semapa, EDPR e JM

O PSI-20 terminou a sessão em alta, em linha com as restantes praças europeias, à boleia da Semapa, EDP Renováveis e Jerónimo Martins.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 28 de novembro de 2017 às 16:45

Pela primeira vez esta semana, o principal índice da bolsa de Lisboa terminou o dia em alta. O PSI-20 avançou 0,28% para 5.276,95 pontos, com dez cotadas em alta, sete em queda e uma inalterada. Entre as restantes praças europeias o sentimento foi igualmente de ganhos.

A marcar o dia nos mercados pode continuar a estar o alívio da incerteza política na Alemanha, depois de ontem Angela Merkel ter dito que a CDU está "pronta para começar as conversações com o SPD" de Martin Schulz com o objectivo de formar governo.


Além disso, foi revelado esta manhã que os sete maiores bancos do Reino Unido passaram nos testes de stress realizados pelo Banco de Inglaterra (BoE), cujos resultados mostram que as instituições estão em boa posição para enfrentar até um Brexit desordenado.


Segundo as informações divulgadas esta terça-feira, 28 de Novembro, pela autoridade monetária liderada por Mark Carney, o HSBC, o Lloyds Banking Group, o Nationwide Building Society, o Santander U.K. e o Standard Chartered passaram no exame à sua saúde financeira, enquanto o Barclays e o Royal Bank of Scotland só tiveram luz verde graças às medidas de reforço de capital que implementaram desde o final de 2016.


Os investidores estão também de olhos postos do outro lado do Atlântico. O Senado vai pronunciar-se sobre a nomeação de Jerome Powell para a presidência da Reserva Federal dos Estados Unidos. Powell na sua intervenção, esta tarde, já disse que o banco central norte-americano deve "responder decisivamente" a qualquer nova crise económica. "Temos de reter flexibilidade para ajustar as nossas políticas [de forma] a responder aos desenvolvimentos económicos", disse, citado pela Reuters. "Temos de estar preparados para responder decididamente, com uma força apropriada, às novas e inesperadas ameaças à estabilidade financeira e da prosperidade económica da nossa nação", acrescentou.

Na bolsa de Lisboa destaque para as acções da Semapa, EDP Renováveis e Jerónimo Martins.

No sector da pasta e do papel, a Semapa ganhou 3,94% para 16,87 euros, isto numa altura em que a moeda da Zona Euro está a ceder 0,16% para 1,1879 dólares. A Navigator somou 1,10% para 4,21 euros e a Altri ganhou 0,55% para 5,115 euros.

No sector energético, a EDP Renováveis valorizou 1,02% para 6,90 euros enquanto a casa-mãe recuou 0,41% para 2,908 dólares. A Galp subiu 0,47% para 15,905 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão a descer nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para as importações nacionais, cede 0,50% para 63,52 dólares por barril. A REN subiu 1,21% para 2,419 dólares.

A Jerónimo Martins cresceu 1,23% para 16,46 euros e a Sonae ganhou 1,69% para 1,02 euros.

A travar maiores ganhos da bolsa nacional estiveram empresas como o BCP (desceu 1,51% para 24,21 cêntimos) e a Nos (que cedeu 0,34% para 5,55 euros)