Bolsa Bolsa nacional em alta com CTT a recuperar das quedas recentes

Bolsa nacional em alta com CTT a recuperar das quedas recentes

A bolsa de Lisboa arrancou a sessão em terreno positivo, numa altura em que as principais praças europeias negoceiam sem tendência definida. Os CTT, que sofreram uma forte desvalorização na sexta-feira, estão em alta.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 15 de janeiro de 2018 às 08:18

A bolsa de Lisboa arrancou a sessão desta segunda-feira, 15 de Janeiro, em terreno positivo, numa altura em que as restantes congéneres europeias estão a negociar sem uma tendência definida.

A sessão de hoje poderá ser menos atractiva para os investidores uma vez que as bolsas norte-americanas estão encerradas. É celebrado hoje, nos EUA, o dia de Martin Luther King. Apesar desta semana ser mais curta nas bolsas da maior economia mundial, os próximos dias vão ficar marcados pela apresentação de resultados, sobretudo dos bancos americanos e também da Alcoa.

Esta manhã, o euro já renovou máximos de Dezembro de 2014 ao negociar nos 1,2240 dólares, impulsionado pelas expectativas de que o BCE vá reduzir mais rapidamente o seu programa de estímulos monetários, depois de essa indicação ter sido deixada no encontro de Dezembro. Ainda assim, por esta altura os ganhos são mais modestos, estando a moeda da Zona Euro a subir 0,07% para 1,2211 dólares.

O PSI-20 sobe 0,19% para 5.634,05 pontos, com 11 cotadas em alta, três em queda e quatro inalteradas.

Em Lisboa, a Ibersol é a cotada que mais sobe nesta manhã, avançando 1,24% para 12,20 euros.

Os CTT - que na última sessão tombaram 9%, com o título a ser pressionado pelas novas directrizes da Anacom – sobem 0,92% para 3,526 euros. Depois do fecho da última sessão a Gestmin anunciou que comprou mais acções da cotada, num investimento de 3 milhões de euros.

O BCP cresce 0,37% para 29,7 cêntimos.

No sector energético, a Galp Energia sobe 0,37% para 16,31 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão pouco alterados nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal, cede 0,09% para 69,81 dólares por barril.

A EDP ganha 0,11% para 2,855 euros, a EDP Renováveis cresce 0,35% para 7,095 euros e a REN avança 0,24% para 2,532 euros.

A Jerónimo Martins abriu inalterada nos 17,305 euros e a Sonae – que apresenta esta semana os dados relativos às vendas preliminares no ano passado - desce 0,25% para 1,214 euros.

A Corticeira Amorim ganha 0,58% para 10,46 euros.




pub