Bolsa Bolsa nacional em alta ligeira apesar de correcção do Montepio

Bolsa nacional em alta ligeira apesar de correcção do Montepio

Depois de ontem ter disparado mais de 46%, o Montepio começou o dia a aliviar face aos ganhos da última sessão. Ainda assim, a praça lisboeta abriu no verde apoiada pelo BCP e pelo sector do papel.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 31 de maio de 2017 às 08:08

O PSI-20 abriu a sessão desta quarta-feira, 31 de Maio, a ganhar ténues 0,03% para 5.281,27 pontos, com nove cotadas a negociar em alta, sete em queda e as restantes três inalteradas, num início de sessão com sentimentos divididos nas principais praças europeias. 

Destaque neste início de dia para o Montepio, com as unidades de participação da caixa económica a perderem 1,77% para 0,609 euros, estando assim a aliviar face aos ganhos conseguidos na última sessão, em que a instituição disparou mais de 46% para máximos de Março do ano passado.

 

A contribuir para a subida da bolsa lisboeta está, em especial, o BCP, com o banco liderado por Nuno Amado a ganhar 0,34% para 0,2327 euros, e ainda o sector do papel.

 

A Navigator soma 0,20% para 4,03 euros, a Altri ganha 0,41% para 4,392 euros, enquanto a Semapa avança 0,27% para 16,58 euros, depois de já ter tocado nos 16,59 euros e assim ter estabelecido um novo máximo de sempre. Nota positiva ainda para a Jerónimo Martins que ganha 0,37% para 17,70 euros, estando a negociar novamente em máximos de Maio de 2013.

 

Na energia a tendência reparte-se entre ganhos e perdas. A EDP sobe ligeiros 0,03% para 3,206 euros e a REN cresce 0,24% para 2,869 euros, enquanto a EDP Renováveis cai 0,10% para 6,952 euros e a Galp Energia desliza 0,18% para 13,88 euros.

 

A impedir uma maior subida da praça lisboeta está a Nos, que começou o dia a recuar 0,22% para 5,421 euros. 


(Notícia actualizada às 8:12)




A sua opinião37
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros 31.05.2017

Engana-se, irei reforçar como já aqui tinha dito que o faria. Isto é como o vale das couchas, uns numas, outros noutras.

Re: Criador de Touros 31.05.2017

Pois, Sr. Criador de Touros, se tem ainda muito "cacau" para estoirar, estoire-o no seu (??) BCP e (des)-capitalize-se ainda mais... Contudo não acredito que lá ponha mais do que o que já lá tem enterrado... a ideia é mesmo livra-se disso de vez como já me aconteceu a mim e muitos outros... LIVRA!

Criador de Touros 31.05.2017

É uma maçada de facto não ter cacau para ir às compras, depois a conversa azeda, mas no fim tudo correrá pelo melhor: uns satisfazem-se com umas pastilhas, enquanto outros capitalizam. O que importa é ficarem todos satisfeitos.

anonimo 31.05.2017

Sabe o que lhe digo Sr.º Criador de Touros e outros que falam em evidências do BCP? Pois digos-lhes, eu é que não queria estar na vossa "pele"... fartam-se de tentar angarias novos acionistas para o BCP na esperança de um dia sair do atoleiro... o problema é que a corda já não vai esticar mais...

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub