Bolsa Bolsa nacional em queda com BCP a pressionar

Bolsa nacional em queda com BCP a pressionar

Os direitos de subscrição do aumento de capital continuam a pressionar as acções do BCP. PSI-20 segue tendência negativa dos índices europeus.
Nuno Carregueiro 27 de janeiro de 2017 às 08:15

A bolsa nacional abriu a última sessão da semana em queda, continuando a ser penalizada pelo BCP.

 

O PSI-20 cede 0,15% para 4.576,1 pontos, com nove cotadas em queda, quatro em alta e as restantes inalteradas. Wall Street fechou ontem perto de recordes, nas bolsas asiáticas Hong Kong teve uma sessão mais curta devido às celebrações do novo ano lunar e em Tóquio os índices registaram ganhos ligeiros.

 

Em Lisboa o índice português caminha para a terceira semana consecutiva em queda, sendo que hoje volta a ser penalizada pelo BCP, que desce 1,16% para 14,52 cêntimos. Os títulos estão a ser pressionados pela negociação em baixa dos direitos, naquela que é a penúltima sessão em que estes títulos são transaccionados em bolsa.

 

Os direitos de subscrição descem 3,41% para 65,2 cêntimos, depois de na última sessão terem registado uma queda acima de 10%.

 

As restantes cotadas com maior peso no índice português registam variações pouco expressivas, com a Mota-Engil e a Navigator entre as que mais pressionam e a EDP e Galp Energia a limitar as quedas.

 

A EDP soma 0,11% para 2,72 euros depois de ter anunciado que produziu mais 10% de electricidade em 2016 face ao período homólogo.   

 

As acções do BPI sobem 0,09% para 1,133 euros depois de ter anunciado que os lucros de 2016 aumentarem 32%, superando as expectativas dos analistas.

 




A sua opinião17
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado José Martinho Há 4 semanas

Depois da tempestade vem sempre a bonança! O pequeno acionista muito castigado entra em pânico e vende ao desbarato, o que é perfeitamente compeensivel na tentativa de minimizar perdas! Se a Fosun não alcança os seus intentos no que concerne aos direitos certamente que após o fim do período de subscrição dos mesmos terá de comprar ações não de uma forma imediata mas diferida ao longo do tempo! Na minha modesta opinião e sem querer influenciar ninguém nas suas decisões eu não irei vender os direitos que tenho e subscreverei o aumento de capital pois também penso que se a Fosun entra no Banco é para ganhar dinheiro! Como diz o ditado não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe! Penso que as palavras calma e paciência são adequadas ao momento presente!

comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

ANÓNIMO, obrigado pelo teu conselho. acabei de dar ordem de compra a 0,61. É para aumentar a parada.

economista Há 4 semanas

BOLSA CRISE ENTRE A AMERICA E O MEXICO AGRAVA-SE, MERCADOS DEVEM CORRIGIR MUITO, HOJE OS MERCADOS AMERICANOS VAO ABRIR EM BAIXA, SEGUNDA FEIRA VAI SER UM DIA NEGRO PARA AS BOLSAS.

Anónimo Há 4 semanas

Azia... .Azia.... Azia.... o BCP não é para meninos.... a ação no dia 1 de fevereiro vai estar abaixo dos 9 centimos, e ao longo do tempo vai continuar a cair.... parém de esperar um milagre..... isto não é para meninos... isto é para quem sabe..... vender a descoberto.... comprar e vender no mesmo dia.... a longo prazo é só torrar o vosso dinheiro... ou a história do BCP não vos ensinou nada!!!!!!!!!

Anónimo Há 4 semanas

Bolsa VENDER, crise agrava-se entre America e o Mexico, acoes devem corrigir muito, as Mercados Americanos vao abrir em baixa, vai ser uma sexra feira de quedas

ver mais comentários
pub