Bolsa Bolsa nacional no verde apoiada pelo BCP e Nos

Bolsa nacional no verde apoiada pelo BCP e Nos

O principal índice bolsista nacional negociou em terreno positivo, seguindo a tendência predominante na Europa e apoiado pelas subidas conseguidas pelo BCP, pela Nos e Navigator.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 16 de novembro de 2017 às 16:40
O PSI-20 fechou a sessão desta quinta-feira, 16 de Novembro, a ganhar 0,22% para 5.271,75 pontos, com 11 cotadas em alta e sete em queda, tendo assim acompanhado a tendência de ganhos que predominou na Europa. A excepção coube à praça grega que recuou cerca de 2% na sessão. 

Ao terminar o dia a valorizar, o índice de referência europeu Stoxx 600 interrompeu uma série de sete dias consecutivos a cair, a mais longa série de perdas registada em 2017.

No plano nacional foi o BCP que mais apoiou a prestação positiva da bolsa nacional, com o banco liderado por Nuno Amado a apreciar 0,59% para 0,2537 euros, depois de esta semana ter reportado que nos primeiros nove meses do ano regressou aos lucros. 

Também em alta esteve a Nos que somou 0,99% para 5,394 euros, numa sessão em que a oepradora de telecomunicações tocou em máximos de 17 de Agosto ao negociar nos 5,508 euros por acção. Já a Pharol recuou 1,18% para 0,336 euros. 

Ainda a apoiar os ganhos em Lisboa esteve o sector do retalho. A Jerónimo Martins cresceu 0,64% para 15,79 euros e a Sonae avançou 0,72% para 0,982 euros depois de ontem a dona do Continente ter anunciado que fechou os primeiros nove meses do ano com lucros de 133 milhões de euros, menos quatro milhões do que no período homólogo mas ainda assim um resultado que superou as estimativas dos analistas.

Nota positiva também para a Navigator, que ganhou 1,40% para 4,125 euros, e para os CTT, que somaram 1,26% para 3,22 euros. Após várias sessões a renovar mínimos históricos depois da apresentação de resultados decepcionantes e do anúncio de corte nos dividendos, os correios nacionais beneficiaram das notícias que dão conta da possibilidade de a cotada reduzir o número de funcionários no âmbito do processo de reestruturação anunciado. 

No sector energético o sentimento repartiu-se. A REN cresceu 0,69% para 2,63 euros, enquanto a Galp Energia recuou 0,69% para 15,775 euros, a EDP perdeu 1,43% para 2,96 euros, num dia em que chegou a tocar em máximos de 3 de Novembro, e a EDP Renováveis cedeu 0,09% para 6,934 euros. 

Fora do PSI-20, destque ainda pela negativa para a SDC Investimentos que afundou 19,12% para 0,055 euros, denotando uma reacção negativa dos investidores à proposta de aumento de capital feita pela administração, que irá diluir a participação dos pequenos accionistas.  

(Notícia actualizada às 16:54)



pub