Bolsa Bolsa nacional no verde com subidas da EDP e JM

Bolsa nacional no verde com subidas da EDP e JM

A bolsa lisboeta fechou em terreno positivo num dia em que negociou quase sempre no verde. As valorizações conseguidas pela EDP e pela Jerónimo Martins apoiaram a prestação do PSI-20, enquanto a queda da Galp travou uma maior subida da praça lisboeta.
A carregar o vídeo ...
David Santiago 07 de dezembro de 2017 às 16:40

O PSI-20 encerrou a sessão bolsista desta quinta-feira, 7 de Dezembro, a ganhar 0,20% para 5.391,67 pontos, com 12 cotadas em alta, cinco em queda e uma inalterada, num dia em que o principal índice nacional acompanhou a tendência de ganhos registada pela generalidade das principais congéneres europeias.

 

Na Europa o sentimento foi predominantemente positivo, com o sector tecnológico a recuperar das perdas dos últimos dias, em especial pressionado pelas desvalorizações dos principais títulos tecnológicos que marcaram as sessões desta semana em Wall Street e também no continente asiático.

A impulsionar o optimismo em Lisboa esteve a Jerónimo Martins, que avançou 1,19% para 16,57 euros, e a EDP, que apreciou 1,07% para 2,937 euros.

 

Mas se no retalho a tendência foi de ganhos, no sector energético o sentimento dividiu-se. A Sonae somou 0,65% para 1,09 euros, depois de ontem ter tocado em máximos de 23 de Dezembro de 2015, isto numa altura em que a retalhista estará em negociações com o Abraaj Group para adquirir a rede de supermercados da marca Spinneys no Egipto.

 

Na energia, a EDP Renováveis recuou 0,28% para 6,708 euros e a REN deslizou 0,32% para 2,499 euros. Já a Galp Energia foi mesmo a cotada que mais contribuiu para impedir uma maior subida da praça lisboeta, com a petrolífera a perder 1,56% para 15,50 euros.

 

Nota positiva também para os CTT e o BCP, já que os correios nacionais avançaram 1,12% para 3,261 euros, com a cotada a continuar a recuperação parcial das perdas acumuladas nas últimas semanas, e o banco liderado por Nuno Amado somou 0,38% para 0,2622 euros.

 

No sector do papel a tendência também não foi definida, embora a Altri (+1,101% para 5,52 euros) e a Navigator (+1,07% para 4,267 euros) tenham valorizado mais de 1% na sessão. Em sentido contrário, a Semapa perdeu 0,38% para 17 euros.

 

Apesar de ter fechado a sessão com uma ligeira subida de apenas 0,03% para 3,715 euros, a Mota-Engil somou a terceira sessão consecutiva em terreno positivo num dia em que atingiu o valor mais alto (3,86 euros) desde 28 de Novembro de 2014.

 

Por fim, destaque pela positiva ainda para a Pharol, que ganhou 1,67% para 0,304 euros, e pela negativa para a Nos que deslizou 1,09% para 5,611 euros.


(Notícia actualizada às 16:53)




pub