Bolsa Bolsa nacional sobe impulsionada por BCP e Galp

Bolsa nacional sobe impulsionada por BCP e Galp

A bolsa nacional mantém a toada de ganhos, impulsionada sobretudo pelos títulos do BCP e da Galp Energia. Entre as restantes praças europeias, não se verifica uma tendência definida.
Bolsa nacional sobe impulsionada por BCP e Galp
Bloomberg
Ana Laranjeiro 06 de fevereiro de 2017 às 11:59

A bolsa de Lisboa está a ampliar os ganhos registados no arranque da sessão. O PSI-20 soma 0,84% para 4.661,44 pontos, com 11 cotadas em alta, seis em queda e uma inalterada.

Entre as restantes praças europeias não se verifica uma tendência definida. Os investidores no Velho Continente aguardam pela intervenção do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, no Parlamento Europeu para tentarem encontrar pistas sobre o futuro do programa de estímulos da autoridade monetária.


Em Lisboa, destaque para as acções do Banco Comercial Português (BCP) e da Galp Energia.

As acções do banco liderado por Nuno Amado disparam 6,61% para 17,9 cêntimos. Na sexta-feira, o banco anunciou que concretizou o encaixe de 1,33 mil milhões de euros, com a procura na operação a superar a oferta em mais de 20%. A Fosun reforçou o estatuto de maior accionista, passando a deter perto de 24% do capital do banco, enquanto a Sonangol manteve o estatuto de segundo maior accionista, com cerca de 15% do capital.


Já esta segunda-feira o BCP anunciou que a BlackRock, gestora de activos norte-americana, passou a ser a terceira maior accionista, com mais de 3% do capital do banco.

O Negócios noticia hoje que concluído o aumento de capital de 1.330 milhões de euros, colocado integralmente entre accionistas e no mercado, o BCP vai avançar desde já com a liquidação da última fatia de 700 milhões de euros de ajuda do Estado.

E que a emissão de novas acções vai reforçar o peso do banco no PSI-20 para cerca de 10%, quando antes do aumento de capital era de cerca de 4%.

O BPI, que no arranque da sessão caía mais de 5%, continua em terreno negativo, perdendo 1,59% para 1,113 euros.


No sector energético, a Galp Energia cresce 0,36% para 13,89 euros, isto numa altura em que os preços do petróleo não registam uma tendência definida. O Brent do Mar do Norte, referência para as importações nacionais, cede 0,04% para 56,79 dólares por barril.

No grupo EDP as valorizações são ligeiras, estando a casa-mãe a subir 0,15% para 2,704 euros e a EDP Renováveis a apreciar 0,12% para 6,057 euros. A REN ganha 0,19% para 2,587 euros.

A Jerónimo Martins cresce 0,25% para 15,86 euros e a concorrente Sonae valoriza 1,21% para 83,4 cêntimos.


Os CTT, depois de nesta sessão terem já tocado num mínimo histórico, estão a recuperar e avançam 0,84% para 5,055 euros.


A travar maiores ganhos da bolsa nacional está nomeadamente os títulos da Nos, que recua 0,42% para 5,248 euros.

A Mota-Engil, que na última sexta-feira terminou o dia a subir mais de 5% com as acções a ser impulsionadas pela notícia que foi adjudicada uma obra na Tanzânia à construtora, alivia os ganhos, perdendo 0,42% para 1,642 euros.


A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 06.02.2017

Mas a Pharol já está a cair neste momento!

Anónimo 06.02.2017

Agora já entendo o porquê da aposta naNAVIGATOR!

INVESTIDOR 06.02.2017

Se não querem com a Navigoter, olhem para a Ana Laranjeiro..
Tem cá um cagueiro.

Sarapatolas 06.02.2017

Não gostas ANÓNIMO?
entra na Pharol que logo logo me darás a razão.
Dirás, amigo Sarapatolas afinal não és vergonha nenhuma e foste um Deus me teres aparecido aos meus pés.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub