Bolsa Bolsa nacional sobe no dia em que a Nos arranca a época de resultados

Bolsa nacional sobe no dia em que a Nos arranca a época de resultados

A bolsa nacional iniciou o dia em alta, a beneficiar dos ganhos de cotadas como a Nos, que apresenta os seus resultados hoje, ou a Corticeira Amorim, que anunciou a compra de uma empresa.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 20 de julho de 2017 às 08:07

O PSI-20 avança 0,16% para 5310,80 pontos, numa altura em que os congéneres europeus sobem e em que se aguarda pela conclusão da reunião do Banco Central Europeu (BCE), não se prevendo qualquer mudança de política monetária, mas esperando-se pelas palavras do presidente, Mario Draghi, para perceber se serão deixados sinais sobre o futuro da política monetária na Europa.

Esta quinta-feira, 20 Julho, arranca a época de resultados do primeiro semestre do ano em Portugal. E o tiro de partida será dado pela Nos, que revela ainda hoje os seus resultados do primeiro semestre do ano. Os números serão conhecidos ao final do dia. O CaixaBI estima que a operadora liderada por Miguel Almeida tenha registado lucros de 32,1 milhões de euros no três meses terminados em Junho. As acções da operadora de telecomunicações estão a subir 0,57% para 5,49 euros.

Destaque também para a Corticeira Amorim, que está a apreciar 1,84% para 12,475 euros, depois de ontem ter revelado que comprou 60% da Bourrassé por 29 milhões de euros. Os restantes 40% do capital da empresa gaulesa serão adquiridos até 2022.

Na banca, o BCP segue praticamente inalterado nos 0,2463 euros, um dia depois de o CaixaBI emitir uma nota onde prevê que o banco liderado por Nuno Amado tenha registado lucros de 72,7 milhões de euros no primeiro semestre, o que compara com um prejuízo de quase 200 milhões de euros há um ano.

Já a Pharol está a contrariar  tendência, recuando 0,88% para 0,338 euros, depois de ontem ao final do dia a Oi ter revelado que o aumento de capital de 8 mil milhões de reais (2,18 mil milhões de euros), no âmbito do plano delineado pela empresa para sair do processo de recuperação judicial, foi aprovado. 

No sector da energia, a EDP segue estável nos 3,00 euros, enquanto a a EDP Renováveis cede 0,15% para 6,86 euros, aproximando-se da contrapartida de 6,75 euros oferecida pela eléctrica liderada por António Mexia na oferta pública de aquisição (OPA). Já a Galp Energia sobe 0,44% para 13,78 euros.

No retalho, a Jerónimo Martins recua 0,11% para 17,61 euros, enquanto a Sonae SGPS segue inalterada face à última sessão nos 0,984 euros. 

(Notícia actualizada com mais informação)




A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Sarapitolas 20.07.2017

fujam da bolsa, que irá dar o estoiro depois de tantos recordes nos estados unidos
a divida americana é impagavél, quando arrebentar será pior que a crise de 2008
refugiem-se noutros activos

comentários mais recentes
CORTEM O PESCOÇO ÁQUELES MACACOS 20.07.2017

ó SRS da CMVM montem uma ARAMADILHA ÁQUELES MACACOS que fazem descer o MILENUM BCP nos últimos 10 minutos de cada sessao eles são façeis de CAÇAR depois se for preciso eu vou lá com a MINHA CATANA e ZÁS cabeça FORA

o saranpitolas e o ONIL SÃO BEBADOS 20.07.2017

ó SARAPINTOLAS tu podeste juntar com o MALUCO e BEBADO ONIL assimm só se ESTRAGA UMA CASA

Re: Traumatizados 20.07.2017

Pelo que se tem visto, os unicos traumatizados da bolsa Portuguesa são apenas os investidores BCP... disso ninguém tem duvidas...

já começaram a MARRAR NO BCP 20.07.2017

Mas quando é que estes gajos PARTEM os CORNOS para deixarem de marrar o bcp para BAIXO nem com os 500 MILHÕES DE LUCRO do MILENIUM POLACO nem com os 200 MILHÕES do MILENIUM PORTUGUÊS nada ADIANTA NADA livra HAJA PACIÊNCIA

ver mais comentários