Bolsa Bolsa nacional sobe no dia em que a Nos arranca a época de resultados

Bolsa nacional sobe no dia em que a Nos arranca a época de resultados

A bolsa nacional iniciou o dia em alta, a beneficiar dos ganhos de cotadas como a Nos, que apresenta os seus resultados hoje, ou a Corticeira Amorim, que anunciou a compra de uma empresa.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 20 de julho de 2017 às 08:07

O PSI-20 avança 0,16% para 5310,80 pontos, numa altura em que os congéneres europeus sobem e em que se aguarda pela conclusão da reunião do Banco Central Europeu (BCE), não se prevendo qualquer mudança de política monetária, mas esperando-se pelas palavras do presidente, Mario Draghi, para perceber se serão deixados sinais sobre o futuro da política monetária na Europa.

Esta quinta-feira, 20 Julho, arranca a época de resultados do primeiro semestre do ano em Portugal. E o tiro de partida será dado pela Nos, que revela ainda hoje os seus resultados do primeiro semestre do ano. Os números serão conhecidos ao final do dia. O CaixaBI estima que a operadora liderada por Miguel Almeida tenha registado lucros de 32,1 milhões de euros no três meses terminados em Junho. As acções da operadora de telecomunicações estão a subir 0,57% para 5,49 euros.

Destaque também para a Corticeira Amorim, que está a apreciar 1,84% para 12,475 euros, depois de ontem ter revelado que comprou 60% da Bourrassé por 29 milhões de euros. Os restantes 40% do capital da empresa gaulesa serão adquiridos até 2022.

Na banca, o BCP segue praticamente inalterado nos 0,2463 euros, um dia depois de o CaixaBI emitir uma nota onde prevê que o banco liderado por Nuno Amado tenha registado lucros de 72,7 milhões de euros no primeiro semestre, o que compara com um prejuízo de quase 200 milhões de euros há um ano.

Já a Pharol está a contrariar  tendência, recuando 0,88% para 0,338 euros, depois de ontem ao final do dia a Oi ter revelado que o aumento de capital de 8 mil milhões de reais (2,18 mil milhões de euros), no âmbito do plano delineado pela empresa para sair do processo de recuperação judicial, foi aprovado. 

No sector da energia, a EDP segue estável nos 3,00 euros, enquanto a a EDP Renováveis cede 0,15% para 6,86 euros, aproximando-se da contrapartida de 6,75 euros oferecida pela eléctrica liderada por António Mexia na oferta pública de aquisição (OPA). Já a Galp Energia sobe 0,44% para 13,78 euros.

No retalho, a Jerónimo Martins recua 0,11% para 17,61 euros, enquanto a Sonae SGPS segue inalterada face à última sessão nos 0,984 euros. 

(Notícia actualizada com mais informação)




A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Sarapitolas 20.07.2017

fujam da bolsa, que irá dar o estoiro depois de tantos recordes nos estados unidos
a divida americana é impagavél, quando arrebentar será pior que a crise de 2008
refugiem-se noutros activos

comentários mais recentes
CORTEM O PESCOÇO ÁQUELES MACACOS 20.07.2017

ó SRS da CMVM montem uma ARAMADILHA ÁQUELES MACACOS que fazem descer o MILENUM BCP nos últimos 10 minutos de cada sessao eles são façeis de CAÇAR depois se for preciso eu vou lá com a MINHA CATANA e ZÁS cabeça FORA

o saranpitolas e o ONIL SÃO BEBADOS 20.07.2017

ó SARAPINTOLAS tu podeste juntar com o MALUCO e BEBADO ONIL assimm só se ESTRAGA UMA CASA

Re: Traumatizados 20.07.2017

Pelo que se tem visto, os unicos traumatizados da bolsa Portuguesa são apenas os investidores BCP... disso ninguém tem duvidas...

já começaram a MARRAR NO BCP 20.07.2017

Mas quando é que estes gajos PARTEM os CORNOS para deixarem de marrar o bcp para BAIXO nem com os 500 MILHÕES DE LUCRO do MILENIUM POLACO nem com os 200 MILHÕES do MILENIUM PORTUGUÊS nada ADIANTA NADA livra HAJA PACIÊNCIA

ver mais comentários
pub