Bolsa Bolsa nacional sobe pelo terceiro dia apoiada pela Galp e Jerónimo Martins

Bolsa nacional sobe pelo terceiro dia apoiada pela Galp e Jerónimo Martins

A bolsa lisboeta negociou em terreno positivo pela terceira sessão consecutiva, num dia em que a Galp Energia, a Jerónimo Martins e a EDP foram as cotadas que mais impulsionaram.
Bolsa nacional sobe pelo terceiro dia apoiada pela Galp e Jerónimo Martins
Bruno Simão/Negócios
Negócios 08 de agosto de 2017 às 16:41

O PSI-20 encerrou a sessão desta terça-feira, 8 de Agosto, a subir ténues 0,02% para 5.276,86 pontos, com 12 cotadas a negociar em alta, seis em queda e uma inalterada.

 

Na Europa o sentimento predominante foi positivo, com as principais praças europeias a negociarem em alta apoiadas, em especial, pelos ganhos registados pelos sectores automóvel e petrolífero.

 

No plano nacional, foi a Galp Energia, que somou 0,35% para 14,21 euros, que mais apoiou a performance positiva da praça lisboeta.

Também em alta negociou o sector do retalho, com a Jerónimo Martins a avançar 0,53% para 17,05 euros e a Sonae a apreciar 0,51% para 0,986 euros.

 

No sector da energia o sentimento repartiu-se. Além da subida da Galp, também a EDP cresceu 0,10% para 3,158 euros e a REN ganhou 0,11% para 2,833 euros.

 

Sem sentido inverso, a EDP Renováveis perdeu 0,47% para 6,786 euros no dia em que o Negócios escreve que os analistas acreditam que a oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela EDP sobre a sua filial pode ter um desfecho favorável para as acções da cotada liderada por Manso Neto.


Nota positiva para a Pharol que somou 0,59% para 0,34 euros depois de ontem a justiça do Luxemburgo ter rejeitado a pretensão da empresa de destituir os responsáveis pela insolvência da Rioforte, a empresa do Grupo Espírito Santo em que antiga PT SGPS investiu 897 milhões de euros em papel comercial. 

Já a Nos contrariou a tendência predominante em Lisboa ao recuar 0,69% para 5,491 euros.

Por fim, nota para o BCP que terminou o dia a resvalar 0,25% para 0,238 euros. Fora do PSI-20 mas ainda no sector financeiro, o BPI ganhou 1,68% para 1,089 euros num dia em que a instituição voltou a transaccionar próxima de máximos de meados de Maio. 

(Notícia actualizada às 16:50)




A sua opinião22
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros Há 1 semana

podia ter vendido ontem as minhas ações do bcp a 24 centimos
e em breve compraria a 18 centimos
mas eu sou um jogador de sala, que gosta estar quieto e receber o bolo no final
até pode demorar 2 ou 3 anos, mas vou esperando sentado

Criador de Touros Há 1 semana

eu ando aqui pela zona de Espinho, Aveiro, Porto, Gaia.
a pular de praia em praia a gozar as minhas queridas férias
eu não tenho medo da guerra
se começar a guerra entro para a agua e pronto..
acho que para dentro da agua não vão amandar bombinhas
bem dizia o Massa Bruta que a guerra podia vir

Criador de Touros Há 1 semana

se vier ai a guerra eu perdi a minha vida nos ultimos anos com o bcp
como alguns dizes armei-me em esperto
ninguém paga o que eu tenho passado, não há mesmo dinheiro nenhum que pague o que eu tenho passado
sofrimento total e preocupações a toda a hora
nem em férias eu sossego a pensar no bcp

Guerra Há 1 semana

Se houver bolsa no céu ainda estamos bem, se não houver estamos mal pois deixam de haver BCPatos!

ver mais comentários
pub