Bolsa Bolsa segue ganhos das praças europeias com energia em alta

Bolsa segue ganhos das praças europeias com energia em alta

A Corticeira Amorim está em destaque na abertura da sessão, reagindo em alta aos resultados e dividendos que anunciou na sessão de ontem.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 08 de novembro de 2017 às 08:16

O PSI-20 valoriza 0,11% para 5.357,36 pontos, com 13 cotadas em alta, quatro em queda e uma sem variação.

 

Na Europa os índices accionistas também arrancaram o dia de forma positiva, depois de ontem as bolsas norte-americanas terem encerrado com fracas oscilações, com os investidores a virarem as atenções para a política orçamental dos EUA, à espera de mais pormenores sobre a reforma fiscal. "A reforma fiscal é, neste momento, o que está a ocupar em primeiro lugar a cabeça das pessoas", comentou à Bloomberg um estratega da TD Securities, Michael Hanson.

 

Em Lisboa os investidores vão estar atentos à emissão de dívida a 10 anos que o IGCP vai realizar esta manhã. O instituto que gere a dívida do Estado vai pedir entre 1.000 e 1.250 milhões de euros, sendo que tendo em conta as taxas praticadas no mercado secundário, Portugal deverá pagar a taxa mais baixa de sempre numa emissão de dívida a 10 anos (o anterior mínimo foi atingido a 25 de Fevereiro de 2015, nos 2,04%). A "yield" das obrigações do Tesouro a dez desceu ontem abaixo dos 2% pela primeira vez desde Abril de 2015. 

A impulsionar o PSI-20 estão as cotadas do sector energético, com a Galp Energia (+0,09% para 16,39 euros) a continuar a beneficiar com os máximos de mais de dois anos do petróleo, sendo que o Brent em Londres está esta manhã a aliviar 0,39% para 63,44 dólares. A EDP valoriza 0,34% para 2,974 euros e a EDP Renováveis avança 0,13% para 7,004 euros.

 

A Jerónimo Martins também contribui para a tendência positiva do PSI-20 (0,53% para 16,06 euros), tal como o BCP (+0,04% para 0,2528 euros).

 

A Corticeira Amorim é um dos destaques pela positiva esta manhã, com as acções a subirem 1,1% para 11,95 euros. A empresa anunciou ontem que o resultado líquido atingiu os 56,4 milhões de euros nos primeiros três quartos do ano, mais cerca de 1,1 milhões do que no mesmo período do ano passado. A empresa liderada por António Rios Amorim vai propor aos accionistas pagar um dividendo extraordinário de oito cêntimos por acção ainda este ano, em sede de distribuição de reservas atribuíveis, num total de 10,64 milhões de euros.

 

A Nos, que apresenta resultados após o fecho da sessão de hoje, segue a cair 0,44% para 5,009 euros. Os analistas do CaixaBI antecipam um bom trimestre a nível operacional, com o crescimento das receitas a ser suportado pelo segmento das telecomunicações e com um aumento dos lucros na ordem dos 30%. Já o Haitong estima que lucros da Nos tenham subido 36% até Setembro.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Sousa Há 2 semanas

Pouca volatilidade, para já, nos dias que antecedem os resultados do BCP, contrariamente ao que costuma ser costume em Portugal. É mais habitual isto ser assim em mercados evoluidos e eficientes, onde as fugas de informação são mais raras (ou mais fortemente penalizadas). Não havendo nenhum item extraordinário (que pode ter impacto positivo ou negativo) os lucros recorrentes devem manter a trajectória de subida, em linha com o plano para 2018.

comentários mais recentes
OIBR4 Há 2 semanas

Hoje, OIBR3 sobe +5%, OIBR4 sobe ´+10%. Alguém consegue explicar a razão porque sobe? Sera que os credores já chegaram um consenso e a AG de sexta tem pernas para andar e vai ser um sucesso? Sera que vale a pena investir na PHAROL?

Anónimo Há 2 semanas

JM também não sai do sítio , mas ao menos farta-se de dar dividendos e mais dividendos! Sonae nem uma coisa nem outra ! O Paulo Azevedo e a Claudia têm que ir fazer um curso de formação com o Pedro Soares Dos Santos como monitor...

Anónimo Há 2 semanas

Eu assino uma petição para ele regressar a Évora!

Anónimo Há 2 semanas

Camaradas socialistas vamos fazer uma petissão para não prenderem o nosso camarada Sócrates o menino de ouro do PS queremos o Sócrates a primeiro ministro obrigado camaradas VIVA O PS !!!!

ver mais comentários