Bolsa Bolsa segue perdas da Europa com BCP a pressionar  

Bolsa segue perdas da Europa com BCP a pressionar  

Os resultados continuam a pressionar as bolsas europeias, com o sentimento negativo a penalizar também a evolução do índice de acções português.
Bolsa segue perdas da Europa com BCP a pressionar  
Nuno Carregueiro 03 de agosto de 2017 às 08:56

A bolsa nacional abriu em alta, mas rapidamente inverteu para terreno negativo, seguindo o desempenho negativo das principais praças europeias, que estão a ser pressionadas pelo facto de a Siemens ter apresentado resultados que ficaram aquém das estimativas dos analistas.

 

O PSI-20 soma cede 0,59% para 5.177,54 pontos, com 13 cotadas em queda, três em alta e outras tantas sem variação.

 

Os índices europeus marcam perdas ligeiras, pressionados de novo pelo sector bancário, que já ontem tinha evoluído em terreno negativo devido aos resultados decepcionantes do Commerzbank. Hoje o Credit Agricole até anunciou resultados acima do esperado, mas as acções do banco francês cedem maias de 1%.

 

Com o sector em terreno negativo, o BCP é o que mais pressiona o PSI-20, tal como já tinha acontecido na véspera. As acções do maior banco privado português cedem 1,8% para 0,2342 euros.

 

Também a pressionar o índice, a Galp Energia cai 0,22% para 13,85 euros, pressionada pela descida dos preços do petróleo. O Brent em Londres cede 0,59% para 52,05 dólares.

 

A EDP Renováveis também negoceia em queda, naquele que é o último dia em que os accionistas da empresa podem vender na OPA da EDP. As acções da Renováveis caem 0,22% para 6,75 euros, que é precisamente o valor da oferta da empresa liderada por António Mexia.

 

A limitar as perdas do PSI-20 está a Jerónimo Martins, que valoriza 0,09% para 16,75 euros.