Bolsa Bolsa sobe e acompanha resto da Europa à espera do BCE

Bolsa sobe e acompanha resto da Europa à espera do BCE

Os investidores estão a aguardar pelo fim da reunião do BCE para perceberem se haverá prolongamento do programa de compra de dívida ou não. As bolsas estão a subir, com ganhos ligeiros, e Lisboa não é excepção.
Bolsa sobe e acompanha resto da Europa à espera do BCE
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 08 de dezembro de 2016 às 08:04
O PSI-20 iniciou a sessão a subir 0,09% para 4.578,05 pontos, com 12 cotadas em alta, cinco em queda e uma inalterada. Entre os congéneres europeus a tendência é igualmente de ganhos ligeiros.

A sessão será marcada pela reunião do Banco Central Europeu (BCE), com os investidores atentos às declarações de Mario Draghi. Os analistas esperam que o presidente da autoridade monetária anuncie o prolongamento do programa de compra de activos. A decisão sobre política monetária será conhecida às 12:15, prevendo-se uma manutenção das taxas de juro. Já a conferência de imprensa começa às 13:30, altura em que deverão ser revelados pormenores sobre os próximos passos da política monetária da Zona Euro.

O BCE terá em conta cinco questões para tomar uma decisão que vai ter impacto no próximo ano. Evolução do euro, expectativas de inflação, perspectivas de crescimento, taxas de juro na periferia e em particular em Itália, e riscos políticos de 2017 são cinco dimensões que marcam o debate em Frankfurt.

Os investidores continuam também expectantes em relação à banca italiana, numa altura em que se aguarda que seja anunciado um resgate público do Monte dei Paschi. 

Na praça lisboeta, o BCP também está a subir, continuando a acompanhar a tendência da banca italiana. O banco liderado por Nuno Amado avança 0,98% para 1,272 euros. Já o BPI e as unidades de participação do Montepio caem 0,27% para 1,127 euros e 0,23% para 0,429 euros, respectivamente.

Em alta está também a Mota-Engil, ao subir 1,18% para 1,623 euros, depois de terem sido conhecidas as propostas para a ocnstrução do terminal do novo aeroporto do México, um mercado que a empresa de construção portuguesa já disse que vai ser uma aposta forte para o próximo ano. A Mota-Engil terá apresentado a proposta mais cara. O vencedor do concurso será conhecido no dia 6 de Janeiro.

A travar a subida da bolsa está a Galp Energia, ao descer 0,47% para 13,78 euros, a aliviar das subidas recentes, provocadas sobretudo pela subida dos preços do petróleo, devido ao acordo alcançado entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) sobre o corte de produção.

Ainda no sector da energia, a EDP recua 0,35% para 2,81 euros enquanto a EDP Renováveis sobe 0,15% para 5,92 euros e a REN aprecia 0,27% para 2,587 euros. 

(Notícia actualizada com mais cotações)

A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
investidor 08.12.2016

AMOIGOS COMENTADORES, NAO FAZER COMENTARIOS POR UNS DIAS, ASSIM EVITA O AGOIRO, BOM NATAL , E QUEM NAO ENTROU ,AINDA VAI A TEMPO, NAVIGATOR A CAMINHO DOS 4.80 EUROS

pub