Bolsa Bolsa sobe pela sétima sessão para máximos de dois anos

Bolsa sobe pela sétima sessão para máximos de dois anos

O PSI-20 regista já uma série de 15 sessões de ganhos em 16, um ciclo positivo que coincide com a subida de rating por parte da Standard & Poor’s.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 29 de setembro de 2017 às 08:13

O ciclo de ganhos da bolsa nacional continua a aumentar. O PSI-20 abriu hoje de novo em alta e marca já uma série de sete sessões consecutivas de ganhos. Nas últimas 16 sessões, apenas numa delas o índice fechou em terreno negativo.

 

O índice português valoriza 0,31% para 5.392,45 pontos, com 13 cotadas em alta, uma em queda e quatro sem variação. Está assim a reforçar máximos desde Dezembro de 2015, que já tinha atingido na última sessão.

 

A praça portuguesa tem beneficiado sobretudo com o optimismo gerado com a subida de rating da S&P para Portugal, mas também com o momento positivo que se vive nas bolsas mundiais. Wall Street está a negociar em novos máximos históricos e as bolsas europeias também estão em terreno positivo.  

 

A atenção dos investidores está hoje centrada nos dados económicos que vão ser divulgados na Zona Euro, sobretudo a estimativa rápida da inflação na Zona Euro, sendo que os economistas apontam para uma subida de 1,3% para 1,5%.


Ainda na Europa, na Alemanha teremos a taxa de desemprego de Setembro, em França será divulgada a estimativa rápida para a taxa de inflação em Setembro, e no Reino Unido serão apresentados os dados do PIB do segundo trimestre.

 

Todos os pesos pesados da praça portuguesa negoceiam em alta, com destaque para o Banco Comercial Português que avança 0,66% para 0,2456 euros. O BCP, a CGD e o Novo Banco assinaram um memorando de entendimento para a criação de um veículo que vai gerir os créditos malparados dos bancos.

 

A Jerónimo Martins ganha 0,33% para 16,585 euros, a EDP valoriza 0,66% para 3,21 euros e a Galp Energia ganha 0,1% para 15,10 euros. O Governo pediu no final de Julho uma investigação aos preços de combustíveis em Portugal e aos preços de referência dos combustíveis na União Europeia, mas Bruxelas considera que actualmente não existem razões para essa análise.

 

A Novabase ganha 0,83% para 3,639 euros depois de ontem ter reagido em forte alta ao anúncio de pagamento de um dividendo extraordinário de 50 cêntimos por acção.




A sua opinião64
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Ressabiados, aproveitem hoje 29.09.2017

Com uma subida tão forte em tão pouco tempo, é normal se hoje o BCP acalmar ou corrigir um pouco por tomada de mais valias. Para quem está fora a ver os outros faturar, e cheio de azia, pode ser uma boa altura para entrar e participar na festa. Os 80% de valorização do AC já não os apanham (avisos não faltaram), mas ainda existe muito potencial. Mas isto é só para quem gosta de ganhar dinheiro. Se o objectivo é desperdiçar a vida a berrar, deixem-se estar.

comentários mais recentes
ás11h11 os shorts ficaram sem as ORELHAS 29.09.2017




estavam os shorts todos ENTRETIDOS a MARRAREM no BCP até aos 0.2425 QUANDO de REPENTE alguém lhes ARRANCOU as ORELHAS ; agoram passaram a ouvir por um outro ORIFICIO

A MOTINHA, hoje 3.20 euros 29.09.2017

É possível que hoje chegue aos 3.20 euros, o Paulinho das feiras e o Coelhóne, não param de arranjar contratos, a família Mota está em casa com este Governo, por isso está tudo a comprar ações desta Empresa , 5.00 euros até ao Natal.

MOTA ENGIL eu avisei, 29.09.2017

á cerca de uma semana ,todos os dias GRITO, MAS NINGUÉM ME HOUVE, comprem MOTA ENGIL, só um cego é que não vê, as ultimas noticias, desta Empresa, em 2014 a cotação bateu os 6.00 euros , e vai nesse sentido, grandes contratos estão para ser assinados com o Governo de António Costa ,

Pensam que os investidores são burros? 29.09.2017

Os investidores não são burros. No longo prazo estão SEMPRE certos aliás.

Por isso é que os investidores desvalorizaram brutalmente o BCP nos ultimos anos e, agora, o estão a valorizar imenso desde o Aumento de Capital. Precisamente porque não são burros, muito pelo contrário. Os investidores perceberam o que mudou. Basta olhar para os gráficos da cotação antes e depois do AC para concluir que a opinião dos investidores mudou.

Mas nem todos os investidores perceberam, ainda, a nova realidade do BCP e mudaram de opinião. Há uns quantos que são muito burros. Muito burros mesmo.

São poucos no entanto.

Mas berram imenso.

ver mais comentários