Mercados Bolsas asiáticas sobem animadas por expectativas económicas

Bolsas asiáticas sobem animadas por expectativas económicas

Os principais índices asiáticos seguem em alta, impulsionados pelas expectativas de que a China vai implementar medidas para incentivar o crescimento económico e depois dos EUA terem revelado um aumento da construção de casas para o nível mais elevado em quatro anos.
Negócios 19 de julho de 2012 às 07:41
O índice MCSI Ásia-Pacífico sobe 1,4% para 117,40 pontos, o que corresponde ao maior ganho desde 29 de Junho, salienta a Bloomberg.

A contribuir para esta evolução está a especulação em torno da China, com os investidores expectantes em relação a medidas que o governo chinês possa implementar para incentivar o crescimento económico. Uma das expectativas é que o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, anuncie um corte dos requisitos de reservas da banca, precisamente para incentivar os bancos a emprestarem dinheiro à economia e dessa forma estimular o crescimento.

Do lado dos EUA, o principal indicador a impulsionar os índices bolsistas é a construções de casas novas. O ritmo de construção de novas habitações nos Estados Unidos aumentou, em Junho, para um nível que já não atingia desde 2008, sinalizando uma perspectiva mais animadora para o sector imobiliário norte-americano.

As acções da BHP Billiton, a maior petrolífera da Austrália, sobem 2,5%, a reflectirem a subida dos preços do petróleo, que superou os 90 dólares por barril em Nova Iorque pela primeira vez desde Maio, precisamente devido à especulação de incentivos ao crescimento económico.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub