Bolsa Bolsas dos EUA caem com GE a registar a pior sessão em seis anos

Bolsas dos EUA caem com GE a registar a pior sessão em seis anos

As bolsas dos EUA terminaram a sessão em queda, num arranque de uma semana que será forte na apresentação de resultados. A General Electric afundou mais de 6%, naquela que foi a pior sessão em seis anos. O sector dos brinquedos também sofreu duras quedas.
Bolsas dos EUA caem com GE a registar a pior sessão em seis anos
Reuters
Sara Antunes 23 de outubro de 2017 às 21:26

O Dow Jones recuou 0,23% para 23.273,96 pontos, o Nasdaq desceu 0,64% para 6.586,828 pontos e o S&P500 cedeu 0,4% para 2.564,98 pontos.

 

As bolsas dos EUA recuaram assim, depois de terem chegado a renovar máximos históricos no início do dia. Contudo, a tendência de ganhos não perdurou e o final do dia foi pintado de vermelho.

 

Esta semana os investidores estarão atentos aos muitos resultados do terceiro trimestre que serão apresentados. Entre as empresas que revelam os seus números esta semana estão: a Alphabet, a Microsoft, o Twitter, a McDonalds e a Coca-Cola.

 

Das 97 cotadas no S&P500 que já apresentaram os seus resultados até Setembro, 73,2% superaram as previsões de resultados dos analistas consultados pela Reuters.

 

Esta segunda-feira, destaque para as acções da General Electric, que afundaram mais de 6%, registando assim a maior queda dos últimos seis anos, depois de ter sido alvo de várias notas de análise, onde viu o seu preço-alvo cortado, devido aos receios em torno do corte de dividendos, que os analistas acreditam que a empresa terá de fazer.

 

Destaque também, pela negativa, para as acções da Hasbro, que afundaram mais de 8%, depois da fabricante de brinquedos ter apresentado as suas estimativas para a época do Natal e os números ficarem abaixo das previsões. Isto numa altura em que Toys’R’Us está a pedir protecção contra credores nos EUA. As acções da Mattel também seguiram a mesma tendência, terminando o dia a perder mais de 3%.

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Renato Há 3 semanas

Mas, provavelmente quem vendeu foram mesmo os "shorts". Espero, para bem de muita gente, que quem comprou não tenham siso os adjetivados.

BCP : parabens aos shorts Há 3 semanas


parabens aos shorts que hoje APROVEITARAM a meia DÚZIA de idiotas e PARVOS que venderam BCP a este preço ridiculo e GANHARAM para um rolo de papel higiénico da marca LIDL é que eles já há mais de um mês que não limpavam o .......

pub