Bolsa Bolsas dos EUA em alta pela terceira sessão aproximam-se de recordes

Bolsas dos EUA em alta pela terceira sessão aproximam-se de recordes

Os índices norte-americanos estão próximos de atingir novos máximos históricos, na última semana de negociação do ano. O Dow Jones está a um passo de quebrar a barreira dos 20 mil pontos.
Bolsas dos EUA em alta pela terceira sessão aproximam-se de recordes
Reuters
Rita Faria 28 de dezembro de 2016 às 14:38

Os principais índices norte-americanos estão a negociar em alta esta quarta-feira, 28 de Dezembro, pela terceira sessão consecutiva, e próximos de atingir novos máximos históricos.

 

O índice industrial Dow Jones ganha 0,16% para 19.977,30 pontos, estando muito próximo de atingir a barreira dos 20 mil pontos. Já o tecnológico Nasdaq, que encerrou ontem no valor mais alto de sempre, nos 5.487,44 pontos, sobe 0,19% para 5.497,85 pontos. Já o S&P500 valoriza 0,07% para 2.270,65 pontos.

 

Apesar de ser mais uma sessão que deverá ficar marcada por uma baixa liquidez, as acções norte-americanas prosseguem a tendência das últimas sessões, em que foram impulsionados pela subida do petróleo e por bons dados económicos.

 

Além disso, os índices bolsistas continuam a ser beneficiados pelas políticas económicas prometidas pelo próximo presidente dos Estados Unidos, que toma posse a 20 de Janeiro.

 

O compromisso de aumentar os gastos em infraestruturas tem impulsionado sobretudo o Dow Jones, que se prepara para registar a maior valorização anual desde 2013. O S&P500 deverá registar uma subida de dois dígitos em 2016, o que compara com uma descida de 0,7% no ano passado.

 

Esta quarta-feira, os investidores vão estar atentos à divulgação dos números sobre a venda de casas nos Estados Unidos, depois de os dados sobre a confiança dos consumidores, na terça-feira, terem reforçado o optimismo dos mercados.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 28.12.2016

Hoje é dia de limpar "carteiras". Não se pode analisar indíces na abertura dos mercados, é o característico mark up to sell.

pub