Bolsa Bolsas dos EUA pouco alteradas à espera dos dados do desemprego

Bolsas dos EUA pouco alteradas à espera dos dados do desemprego

Depois de o Dow Jones ter batido ontem um novo recorde, as bolsas dos Estados Unidos estão pouco alteradas, à espera dos dados do desemprego, que serão conhecidos amanhã.
Bolsas dos EUA pouco alteradas à espera dos dados do desemprego
Reuters
Rita Faria 03 de agosto de 2017 às 14:36

Os principais índices norte-americanos abriram pouco alterados esta quinta-feira, 3 de Agosto, depois de o Dow Jones ter batido ontem um novo recorde, acima dos 22 mil pontos.

 

Nesta altura, o índice industrial ganha 0,02% para 22.019,85 pontos, estando a negociar com sinal verde pela oitava sessão consecutiva. O S&P500 perde 0,10% para 2.475,04 pontos e o Nasdaq valoriza 0,05% para 6.365,56 pontos.

 

O Dow Jones já sobe 11,4% este ano e o S&P500 10,6%, mesmo com o mercado cada vez menos confiante na capacidade do presidente Donald Trump para implementar a sua agenda pró-crescimento.

 

Além dos desenvolvimentos em Washington, os investidores continuam atentos aos resultados das empresas e aos dados económicos, como os números do desemprego que serão conhecidos esta sexta-feira.

 

Hoje, antes da abertura do mercado, foi revelado que os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos diminuíram para 240 mil na semana que terminou a 29 de Julho, quando as estimativas dos economistas apontavam para um total de 243 mil.

 

No que respeita aos resultados trimestrais das empresas, os analistas esperam agora que os lucros das companhias do S&P500 tenham aumentado 11,4% no período entre Abril e Junho, acima da projecção inicial de 8%, avançada no início do mês.

Depois de terem valorizado quase 5% na sessão de ontem, as acções da Apple estão a cair 0,31% para 156,66 dólares. A Tesla dispara 6,96% para 348,58 dólares, depois de ter informado que as suas receitas mais do que duplicaram. Também a Fitbit escala 11,64% para 5,66 dólares, a beneficiar do anúncio de que as suas receitas caíram menos do que o esperado no segundo trimestre. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
BOLHA PRESRES A REBENTAR 03.08.2017

Sempre máximos, algum dia tem que rebentar, parece que está para breve.

pub
pub
pub
pub