Bolsa Bolsas dos EUA sobem em dia de novo iphone

Bolsas dos EUA sobem em dia de novo iphone

As bolsas dos EUA iniciaram a sessão em alta, a beneficiarem do alívio de tensão provocada pela passagem do furacão Irma. A Apple está sob os holofotes, no dia de apresentação do novo iphone.
Bolsas dos EUA sobem em dia de novo iphone
reuters
Sara Antunes 12 de setembro de 2017 às 14:34
O Dow Jones sobe 0,23% para 22.108,89 pontos e o Nasdaq avança 0,21% para 6.445,648 pontos. 

A subida das bolsas dos EUA surge numa altura em que o impacto da passagem do furacão Irma terá sido menor do que o que estava a ser receado. 

Além disso, a tensão entre a Coreia do Norte e os EUA diminuiu, o que também está a ajudar ao alívio de pressão nos mercados.

Esta sessão será marcada pela apresentação do novo iphone, com os investidores à espera de conhecerem as principais novidades. Para marcar uma década de iPhone, o aparelho que revolucionou o mercado dos telemóveis, a apresentação dos novos membros da família da Apple vai ser feita no anfiteatro Steve Jobs no Apple Park, na nova sede da tecnológica que abrirá as portas ao público pela primeira vez.

Como é hábito, meses antes do iPhone ser apresentado começam a circular rumores sobre as novidades do aparelho. E segundo as notícias que têm publicadas, a Apple poderá surpreender os fãs com três novos modelos.

O modelo que dará mais que falar, o topo de gama, deverá denominar-se iPhone X. Este dispositivo terá um ecrã OLED de 5.8 polegadas e deverá custar pelo menos 1.000 dólares.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar