Bolsa Bolsas europeias registam maior subida em três semanas

Bolsas europeias registam maior subida em três semanas

Os principais índices europeus estão a subir mais de 1%, depois de três sessões de perdas que atiraram as acções do Velho Continente para o valor mais baixo desde Julho.
Bolsas europeias registam maior subida em três semanas
Bloomberg
Rita Faria 14 de Outubro de 2016 às 11:52

As bolsas europeias estão a viver a melhor sessão das últimas três semanas, depois de terem atingido ontem o valor mais baixo desde Julho.

Os principais índices do Velho Continente estão a valorizar mais de 1%, com os dados sobre a economia chinesa a aliviarem as preocupações em torno da saúde da economia global. Esta sexta-feira, 14 de Outubro, foi revelado que os preços no produtor, na China, subiram pela primeira vez desde 2012, e que a inflação ficou acima do esperado.

O mercado viu com bons olhos os números, depois de a queda de 10% das exportações chinesas – conhecida na sessão de ontem – ter atirado as acções europeias para o valor mais baixo dos últimos três meses.  

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, soma 1,38% para 340,25 pontos, a maior subida desde a valorização intradiária de 1,85% registada no passado dia 22 de Setembro.

Na Europa, todos os sectores seguem com sinal positivo, num dia em que a desvalorização da moeda única está a beneficiar as empresas exportadoras.

A bolsa de Atenas lidera os ganhos com uma subida de 2,23%, seguida por Paris, que avança 1,77%. O alemão DAX soma 1,63% e o espanhol IBEX35 ganha 1,67%. 

Além das preocupações em torno da economia chinesa, também a expectativa em relação à saúde das empresas europeias tem pesado no sentimento do mercado. Em Outubro, mais de 150 membros do Stoxx600 apresentam os seus resultados do terceiro trimestre, com os analistas a preverem uma queda dos lucros de 4,2% este ano.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub