Bolsa BPI em mínimos de quase cinco meses antes dos resultados da OPA

BPI em mínimos de quase cinco meses antes dos resultados da OPA

As acções do banco liderado por Fernando Ulrich estão a afundar mais de 5% na bolsa de Lisboa, no dia em que serão revelados os resultados da OPA do catalão CaixaBank.
BPI em mínimos de quase cinco meses antes dos resultados da OPA
Paulo Duarte/Negócios
Rita Faria 08 de fevereiro de 2017 às 08:54

As acções do BPI estão em forte queda esta quarta-feira, 8 de Fevereiro, dia em que serão conhecidos os resultados da OPA do catalão CaixaBank sobre a instituição liderada por Fernando Ulrich.

Os títulos do BPI descem 5,16% para 1,066% - o valor mais baixo desde 16 de Setembro de 2016 – depois de terem chegado a afundar um máximo de 5,43% para 1,063 euros. A cotação actual está quase 6,5% abaixo do preço oferecido pelos espanhóis na OPA, de 1,134 euros por acção.

Tal como avança o Negócios esta quarta-feira, na sequência da OPA o CaixaBank ficou próximo do controlo total do BPI.

Com a saída da empresária angolana Isabel dos Santos – que vendeu a posição de 18,6% no BPI por 306,9 milhões de euros – dos Violas Ferreira e do Banco BIC, o CaixaBank terá assegurado, pelo menos, mais de 75% do capital da instituição. Mas há quem admita que a posição de domínio possa mesmo ter superado o limiar dos 90%.

Os resultados da OPA vão ser conhecidos esta tarde, na sessão especial de bolsa às 16:30 na sede da Euronext Lisboa, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. O presidente do CaixaBank, Gonzalo Gortázar, vai estar na capital portuguesa para celebrar o sucesso da OPA, e apresentará os resultados juntamente com Fernando Ulrich, numa conferência de imprensa conjunta. 

Depois de o CaixaBank ter garantido, no anúncio de lançamento da OPA, que iria manter o BPI cotado na Euronext Lisbon, os especialistas advertem que os investidores que não venderam as suas acções na operação podem ficar presos a títulos sem qualquer liquidez. No caso de o CaixaBank ter ficado com mais de 90% do capital, poderá lançar uma oferta de aquisição potestativa. 



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ao parolo do Seu Fernando 08.02.2017

Vai estudar parolo, nem uma licenciatura tens, olha aguentas aguentas Seu Fernando.

Mr.Tuga 08.02.2017

Só faltou vender a propria mãe....

fred 08.02.2017

Vendi aos espanhóis. Não quero mais títulos de bancos no PSI20

ABCDEF1 08.02.2017

É só entalanços...

pub
pub
pub
pub