Research BPI mantém Semapa e Sonae na lista de acções preferidas

BPI mantém Semapa e Sonae na lista de acções preferidas

O BPI reviu a sua lista das acções preferidas, retirando apenas uma cotada: a Ebro Foods. Entre as cotadas nacionais não há mudanças. Semapa e Sonae mantém as suas posições.
BPI mantém Semapa e Sonae na lista de acções preferidas
Pedro Elias/Negócios
Sara Antunes 22 de janeiro de 2018 às 13:17

O BPI publicou a actualização da lista de acções preferidas, tendo retirado a Ebro Foods. A "core list" passou assim a ser composta por nove cotadas, duas delas portuguesas.

 

A Sonae SGPS e a Semapa mantiveram-se entre as cotadas de eleição do BPI. O maior potencial de valorização pertence à holding de Queiroz Pereira, com esta casa de investimento a avaliar a empresa em 21,10 euros, o que confere às acções um potencial de subida de 13% face à actual cotação (18,66 euros). Já a Sonae conta com uma avaliação de 1,30 euros, o que lhe dá um potencial de 5,4%, face aos 1,233 euros a que negoceia.


"A Sonae é a nossa aposta" numa óptica macro em Portugal, salienta o BPI. "Com mais de 90% das vendas no país, a empresa deve beneficiar do momento positivo no consumo, imobiliário e turismo", adianta. A beneficiar a Sonae está o facto de as perspectivas para o sector do retalho alimentar "continuarem sólidas". Além disso, a parceria
com a JD Spor "deve ter um impacto relevante" nos resultados.

 

Quanto à Semapa, o BPI salienta que as acções estão "a negociar a um desconto mais elevado do que a média face ao valor líquido dos activos", sublinhando que a Navigator, "o seu principal activo, enfrenta perspectivas de preços do papel positivas". Além disso, "o negócio de cimento deve beneficiar da recuperação da actividade de construção em Portugal e no Brasil", acrescenta a casa de investimento. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Ciifrão 22.01.2018

É de vender povo, devem estar a abarrotar delas e a precisar de quem compre.