Research Caixa BI diz que resultados da Ibersol foram "sólidos" mas prevê menor crescimento na segunda metade do ano

Caixa BI diz que resultados da Ibersol foram "sólidos" mas prevê menor crescimento na segunda metade do ano

O banco de investimento vê crescimentos orgânicos inferiores no segundo semestre, uma vez que o impacto da diminuição do IVA na restauração começou a verificar-se no mesmo período do ano passado. Apesar da solidez reconhecida, preço-alvo e recomendação não mexem "por agora".
Caixa BI diz que resultados da Ibersol foram "sólidos" mas prevê menor crescimento na segunda metade do ano
O banco de investimento da Caixa Geral de Depósitos considera que os resultado líquidos apresentados esta quinta-feira pela Ibersol, com uma subida inesperada dos lucros no primeiro semestre, foram "sólidos", mas antevê menor crescimento no segundo semestre do ano devido às alterações fiscais ocorridas no mesmo período do ano passado.

"Os resultados da Ibersol no 1H17 revelaram uma evolução operacional sólida, ligeiramente acima das nossas expectativas. No entanto, a segunda metade do ano poderá trazer crescimentos orgânicos homólogos inferiores, uma vez que o impacto da diminuição do IVA na restauração em Portugal começou a verificar-se no 3Q16," lê-se numa nota de "research" do CaixaBI a que o Negócios teve acesso.

A Ibersol terminou o primeiro semestre com um resultado líquido de 9,7 milhões de euros, acima dos 8,8 milhões de euros do período homólogo de 2016 e além do estimado pelos analistas do CaixaBI, que previam uma queda de 13,3% para 7,7 milhões de euros.

Já os efeitos sazonais associados ao terceiro trimestre do ano deverão beneficiar as concessões da Eat-Out, na óptica dos analistas José Mota Freitas e Artur Amaro (que assinam a nota). Estas concessões, integradas no universo da Ibersol, deverão ter um impacto positivo devido ao aumento do tráfego nos aeroportos nesta altura do ano.

As operações em infra-estruturas aeroportuárias são contudo fonte de incerteza sobre a evolução operacional futura da Ibersol. Isto porque, refere o CaixaBI, o concurso para atribuição das concessões de restaurantes no aeroporto de Barcelona, actualmente em curso, pode vir a ditar um menor número de concessões atribuídas à Ibersol.

Além dos lucros, as vendas (de 204,4 milhões de euros) também saíram acima do estimado pelo Caixa BI, mas resultaram de um efeito positivo "de 7%, o qual não deverá ocorrer na segunda metade do ano," lê-se na nota.

Segundo os analistas, os resultados comunicados e que saíram melhor do que o antevisto pelo banco de investimento deveram-se à evolução do EBITDA e a custos financeiros mais baixos.

Apesar da "solidez" dos resultados, o Caixa BI diz "não ver" razões para alterar a opinião sobre a empresa "por agora", mantendo a recomendação de "acumular" e um preço-alvo de 15,10, que atribui ao título um potencial de valorização de 5% face ao valor de fecho do dia de ontem.

Esta sexta-feira os títulos da Ibersol somam 0,9% para 14,5 euros.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga Há 3 semanas

Pois...
Agradeçam ao Toine Bosta o encaixe de DEZ% de IVA ....

pub