Research CaixaBI: Altri deverá ter registado lucros de 17,6 milhões de euros no trimestre

CaixaBI: Altri deverá ter registado lucros de 17,6 milhões de euros no trimestre

Os analistas da unidade de investimento da CGD estimam que a Altri tenha registado um resultado líquido de 17,6 milhões de euros no segundo trimestre, o que representa um crescimento de mais de 10% face ao mesmo período do ano passado.
CaixaBI: Altri deverá ter registado lucros de 17,6 milhões de euros no trimestre
Miguel Baltazar/Negócios
Ana Laranjeiro 25 de julho de 2017 às 10:26

A Altri deverá ter registado um resultado líquido de 17,6 milhões de euros no segundo trimestre deste ano, antecipam os analistas da unidade investimento da Caixa Geral de Depósitos (CGD). Este valor representa uma subida de 10,5% face ao mesmo período do ano passado.

"O segundo trimestre deverá ficar novamente caracterizado por uma boa performance da Altri a nível operacional, beneficiando da subida dos preços da pasta. De acordo com o FOEX, os preços BEKP denominados em dólares subiram 15,0% entre trimestres (12,9% em termos homólogos), ao passo que denominados em euros aumentaram ligeiramente mais (16,0% em cadeia e 11,4% em termos homólogos)", pode ler-se na nota assinada por Carlos Jesus e Artur Amaro, a que o Negócios teve acesso.

Os analistas do CaixaBI estimam assim que as receitas da empresa de pasta e papel co-liderada por Paulo Fernandes tenham crescido 13,7% para 162,5 milhões de euros.

O EBITDA terá ascendido a 42,5 milhões de euros de Abril a Junho, mais 14,6% que em igual período do ano passado. A margem de EBITDA terá ficado nos 26,1%.

"Antecipamos que os resultados da Altri sejam positivos com a empresa a beneficiar da subida dos preços da pasta e da sua eficiência operacional. É expectável que a forte procura da China se mantenha e seja o principal factor de suporte dos preços da pasta na segunda metade do ano", pode ler-se também na nota do CaixaBI.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

Pois é! esquecem-se é que sempre que o euro sobe em relação ao dólar reduz os lucros à Altri e é o que não tem faltado é subidas no euro... de 1,05 para 1,16...

ESPECULADORES Há 4 semanas

ESTES ESPECULADORES, NAO SABEM O QUE DIZEM ,UNS DIZEM QUE TEM PREJUIZOS, OUTROS QUE TEM LUCROS, HAJA PACIENCIA.

pub
pub
pub
pub