Research CaixaBI revê em alta preço-alvo da Semapa para 18,4 euros

CaixaBI revê em alta preço-alvo da Semapa para 18,4 euros

Os analistas do departamento de análise da CGD subiram em 7,60% o "target" para as acções da Semapa, de 17,10 para 18,40 euros.
CaixaBI revê em alta preço-alvo da Semapa para 18,4 euros
Miguel Baltazar/Negócios
Carla Pedro 03 de Outubro de 2016 às 17:49

O CaixaBI atribuiu um novo preço-alvo aos títulos da Semapa, fixando-o agora em 18,40 euros, o que lhes confere um potencial de subida de 62,4% face aos 11,325 euros a que encerrou na sessão desta segunda-feira, 3 de Outubro.


"A nossa avaliação da Semapa é sobretudo sustentada (97% do valor bruto do activo) pela avaliação que atribuímos à The Navigator Company [ex-Portucel, que viu o ‘target’ ser revisto em baixa pelo CaixaBI, em Julho passado, de 4,80 para 4,60 euros], na qual usámos o nosso valor justo e não o valor de mercado", sublinha o "research" a que o Negócios teve acesso.


O restante da avaliação da Semapa – que detém 69% da Navigator –, acrescentam os analistas do CaixaBI, "está essencialmente relacionado com a sua actividade no cimento e com a evolução da situação da dívida líquida nesse segmento e ao nível da holding". 

"A nossa principal fonte de preocupação na Semapa continua a ser a actividade do cimento. O mercado doméstico português continua a não apresentar sinais sustentáveis de retoma, com os resultados do primeiro semestre de 2016 a revelarem também uma diminuição dos volumes de exportação. Os mercados tunisino e libanês continuam a ser penalizados por profundos problemas políticos e económicos que não se espera que se resolvam em breve. A perspectiva para Angola não é melhor, com a queda dos preços do crude a deixar pouca margem para uma melhoria do investimento no sector da construção", frisam.

Mas, por outro lado, "tal como referimos no nosso último relatório sobre a Navigator, continuamos a considerar que as actividades da polpa e papel constituem um sólido fornecedor de liquidez nos próximos anos. Isto continuará a permitir que a Navigator prossiga a sua robusta política de distribuição de dividendos, ajudando a Semapa a desalavancar ao nível da holding", salienta ainda a nota de análise do CaixaBI.


Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 03.10.2016

Muitos bons a dar palpites na casa dos outros tal como o montepio,depois vem um beordelar e diz quanto e que eles valem.Tem a casa arder e oferecem-se para ir apagar o incendio na casa do vizinho.Quem nao os conhece,eu dispenso este tipo de gente.

pub