Taxas de juro Certificados do Tesouro captam 375 milhões e compensam saídas dos Certificados de Aforro

Certificados do Tesouro captam 375 milhões e compensam saídas dos Certificados de Aforro

Os certificados de poupança atraíram 211 milhões de euros de financiamento em Fevereiro. Mas os Certificados de Aforro voltaram a perder investimento.
Certificados do Tesouro captam 375 milhões e compensam saídas dos Certificados de Aforro
Bruno Simão/Negócios
Rui Barroso 21 de março de 2017 às 11:29

Os aforradores portugueses continuaram a dar um contributo positivo para o financiamento do Estado em Fevereiro. O "stock" de Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) e Certificados de Aforro (CA) aumentou 211 milhões de euros para 24,7 mil milhões de euros, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Banco de Portugal.

Mas entre aqueles dois produtos existe uma grande diferenciação por parte dos investidores, principalmente depois do prémio extra dos Certificados de Aforro ter terminado no final de 2016. Os CTPM atraíram investimento de 375 milhões de euros em Fevereiro. Já o valor aplicado em CA diminuiu 164 milhões de euros.

O peso dos CTPM está quase a ultrapassar a dos tradicionais e mais antigos CA. O valor total aplicado nos Certificados do Tesouro é de 12,06 mil milhões de euros, bastante perto do "stock" de 12,64 mil milhões de euros dos CA, o que inclui também a capitalização acumulada destes produtos que totaliza 4,3 mil milhões de euros. 

Certificados rendem 500 milhões de financiamento em 2017

Mesmo com a fuga de CA, as subscrições de CTPM têm permitido que os aforradores continuem a dar um contributo decisivo para o financiamento do Estado. Nos dois primeiros meses do ano, conjugando as entradas em CTPM e as saídas de CA, os aforradores já investiram 500 milhões de euros.

A agência que gere o crédito público, o IGCP, sinalizou na última apresentação a investidores que previa obter cerca de 2,3 mil milhões de euros de financiamento através destes produtos. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Portugal só é bom para os ressacados do RSI Há 1 semana

O Estado falido e penhorado pelos politicos crápulas paridos no 25 de Abril vão rebentar com os certificados de aforro e tesouro! Se houver hair cut cenário muito provável lá vão os detentores dos certificados de aforro e tesouro GANIR para a rua q lhes roubaram as suas economias de uma vida!

ABCDEF1 Há 1 semana

Este pessoal anda todo carregadão de massa. Onde é que raio teriam ido arranjar tanto taco? Se eu sobesse também lá ira buscar uma pinguinha.

Johnny Há 1 semana

Quando rebentar até vai ouvir a ganir na lua
Sim, porque se o estado ficar insolventes quem é que acham que são os primeiros a lixar-se ?
O FMI ? WRONG !

pub