Mercados Certificados do tesouro captam mais de 150 milhões pelo terceiro mês

Certificados do tesouro captam mais de 150 milhões pelo terceiro mês

O investimento nos produtos de poupança do Estado continua a aumentar. Desde o início do ano, estes produtos já captaram perto de 900 milhões de euros.
Certificados do tesouro captam mais de 150 milhões pelo terceiro mês
Patrícia Abreu 22 de agosto de 2018 às 11:51

Os portugueses aplicaram 162 milhões de euros em certificados do tesouro, no último mês, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal. Foi o terceiro mês consecutivo em que estes produtos receberam mais de 150 milhões de euros.


O investimento em Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC) aumentou em Julho. Estavam investidos nestes produtos de poupança do Estado, no final do mês passado, 15.971 milhões de euros, um valor que compara com os 15.809 aplicados em certificados do tesouro no final de Junho.


As subscrições líquidas dos CTPC, lançados no final de Outubro do ano passado, foram sempre superiores a 100 milhões de euros, em 2018, sendo que nos últimos três meses superaram sempre os 150 milhões de euros. Ainda que a remuneração dos novos certificados seja inferior à dos Certificados de Tesouro Poupança Mais (CTPM) – rendem, em média, 1,39% a sete anos –, continuam a ser um dos produtos de baixo risco mais interessantes no mercado.


Já os Certificados de Aforro (CA) continuam a perder investimento, ainda que os resgates estejam a abrandar. Estes produtos registaram, em Julho, subscrições líquidas negativas de três milhões de euros. O "stock" acumulado em CA baixou para 11.870 milhões de euros, segundo os dados do Banco de Portugal.

Contabilizando CTPC e CA, o Estado já captou 867 milhões de euros junto dos investidores de retalho com estes produtos, um valor que está acima da meta para 2018. No Orçamento do Estado para este ano, o Executivo detalhava que previa colocar 750 milhões de euros em certificados do tesouro.




pub