Trading Conselheiros de topo aconselham clientes a sair dos "hedge funds"

Conselheiros de topo aconselham clientes a sair dos "hedge funds"

Os famosos "hedge funds" estão a perder a popularidade entre os investidores, que começam a questionar-se se ainda vale a pena fazer este investimento em vez de negociar de forma tradicional.
Conselheiros de topo aconselham clientes a sair dos "hedge funds"
Mariana Adam 26 de junho de 2017 às 12:32

Uma investigação do Financial Times revela que os principais conselheiros de investimento reduziram em cerca de um terço, ao longo do ano passado, a exposição dos seus clientes aos "hedge funds".

Estes fundos tiveram no ano passado menos de metade do retorno obtido pelas integrantes do S&P 500, de acordo com um índice de mais de 2.000 hedge funds, feito pela HFR. 2016 foi, aliás, o nono ano civil consecutivo em que estes fundos de investimento tiveram um desempenho inferior ao do mercado de acções.


As contas feitas pelo jornal revelam que as principais empresas do FT 300 que prestam assessoria a investidores reduziram este ano o valor alocado aos "hedge funds" para cerca de 2% contra os 3,2% em 2016. "Estes fundos tinham uma mística de que poderiam ser eficazes em qualquer mercado, mas o que todos viram é que eles não são imunes", diz Paul Karger, sócio-gerente da TwinFocus Capital, um conselheiro de investimento que supervisiona investimentos de 4,5 mil milhões de dólares. O desempenho recente também desencadeou a crença de que estes fundos actuam como contrapeso em períodos de baixa rentabilidade no mercado accionista, acrescenta o Paul Karger.


Jeremy Beal, director de investimentos alternativos para a Morgan Stanley Wealth Management, não concorda com a avaliação do Karger de que os "hedge funds" e acredita que eles vão continuar a ter lugar nas carteiras de investidores ricos. Em 2008 os "hedge funds" caíram 19% enquanto o S&P 500 afundou 37%.


O Financial Times acrescenta que duas das empresas mais reconhecidas no mercado - Tudo Investment e o Och-Ziff Capital Management - reduziram a exposição dos seus clientes ao investimento nestes fundos.


Os "hedge funds" são fundos de investimento especulativos, que visam rentabilizar ao máximo os capitais através de investimentos (acções, dívida pública, matérias-primas, moedas e outras) de curto e longo prazo, para proteger uma carteira face às oscilações do mercado.


Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.