Mercados Consumo: Famílias devem mais de 25 mil milhões aos bancos

Consumo: Famílias devem mais de 25 mil milhões aos bancos

Desde 2013 que o total das dívidas no crédito ao consumo não era tão elevado, segundo números adiantados esta quarta-feira pelo Diário de Notícias. Já o crédito às empresas continua em queda, uma redução que apenas é mais moderada para as microempresas.
Consumo: Famílias devem mais de 25 mil milhões aos bancos
Negócios 31 de janeiro de 2018 às 10:37

Os empréstimos concedidos pela banca no crédito ao consumo atingiram em 2017 o valor mais elevado dos últimos quatro anos, com o stock a subir em 983 milhões de euros e a chegar aos 25,14 mil milhões de euros. Os números são adiantados esta quarta-feira, 31 de Janeiro, pelo Diário de Notícias, que cita o Banco de Portugal.

 

Em média, escreve o jornal, os bancos têm concedido 350 milhões por mês em crédito ao consumo, reflectindo uma maior confiança na economia e também disponibilidade da banca, até porque neste tipo de créditos as taxas são bastante mais elevadas e as margens para as instituições financeiras também.

 

Segundo o Banco de Portugal, em causa está sobretudo crédito para a aquisição de automóveis. Já o crédito à habitação, apesar de haver uma aceleração na concessão de novos créditos, o montante total de créditos concedidos continua a descer.

 

No que toca ao crédito às empresas o panorama é o inverso do que se passa com as famílias e com o consumo. Segundo o jornal, o stock dos empréstimos a empresas privadas desceu 3,24 mil milhões de euros, uma descida transversal aos vários tipos de empresas, mas mais moderada no que respeita às microempresas.

 




Saber mais e Alertas
pub