Research Corticeira fora das preferidas do BPI. Renováveis mantém-se

Corticeira fora das preferidas do BPI. Renováveis mantém-se

A EDP Renováveis é já a única portuguesa que consta entre a lista das preferidas do BPI, depois de a Corticeira Amorim ter sido retirada.
Corticeira fora das preferidas do BPI. Renováveis mantém-se
Sara Antunes 14 de março de 2017 às 09:15

A EDP Renováveis é a única cotada portuguesa que actualmente faz parte da lista de acções preferidas do BPI. A empresa liderada por João Manso Neto (na foto) conta com um potencial de valorização superior a 33% tendo em consideração a avaliação do BPI (8,15 euros) e a actual cotação (6,127 euros).

 

A casa de investimento prevê que o crescimento médio anual do EBITDA (resultado operacional, antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ronde os 7% no período entre 2015 e 2020. Além destas previsões, o banco de investimento considera que os receios originados pela vitória de Donald Trump nas eleições dos EUA tiveram um impacto no sector das energias renováveis elevado.

 
Ainda assim, entre as oito cotadas que se encontram entre as preferidas, a Renováveis é a única com um desempenho negativo (-0,03%). No total, o desempenho da lista é de 9%.

Já a Corticeira Amorim encontrava-se entre as preferidas do BPI desde Setembro, mas a sua permanência na lista terminou, tendo a casa de investimento substituído a corticeira pela espanhola Cellnex. O BPI tem um preço-alvo de 10,20 euros para a empresa liderada por António Rios de Amorim, o que confere às acções um potencial de subida de 3,13% face à actual cotação (9,89 euros).

 

A última vez que o BPI tinha actualizado a lista das acções preferidas foi a 23 de Janeiro e, desde então, a Corticeira Amorim apreciou 14,35%, depois de em 2016 as acções terem subido 43%.

 

O BPI justifica a saída da Corticeira, precisamente com o facto de as subidas recentes terem anulado praticamente o potencial de valorização. "A Corticeira foi incluída na lista a 7 de Setembro de 2016 e contribuiu com um desempenho de +18% para a nossa lista ‘core’", realça o BPI na nota publicada na segunda-feira, 13 de Março.

Lista das acções preferidas do BPI

Sabadell 
Cellnex
DIA
EDP Renováveis
Ferrovial
Grifols
NH Hotel Group
Repsol

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

 

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rado Há 2 semanas

E a querida Sonae, onde esta?

pub