Bolsa CTT, Sonae e Nos são as acções com maior potencial da bolsa
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

CTT, Sonae e Nos são as acções com maior potencial da bolsa

Os analistas mantêm avaliações acima do valor das acções no mercado para a maioria das empresas portuguesas. Apenas duas cotadas negoceiam com potencial de queda face aos preços-alvo.
CTT, Sonae e Nos são as acções com maior potencial da bolsa
Miguel Baltazar/Negócios
Patrícia Abreu 31 de julho de 2017 às 07:00

A bolsa portuguesa mantém um dos melhores desempenhos a nível europeu. E, tendo em conta as avaliações dos analistas para as cotadas do PSI-20, o índice de referência ainda tem margem para valorizar. CTT, Sonae,

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Seguro morreu de velho.... 31.07.2017

Sigo com atenção as previsões dos Analistas; tenho muito respeito pelo trabalho que estará na origem das suas previsões; considero que são agentes socialmente úteis na eterna mas nunca teoricamente finalizável caminhada dos Mercados rumo a um ideal de perfeição. Mas...mas na gestão do meu patrimônio pessoal uma das estratégias que me deu melhores resultados foi de investir ao contrário do recomendado.Isto depois de exaustivamente explicitar as razões para o fazer.Mas boa sorte para quem segue caminho diferente.Que os Deuses da Fortuna e da Bolsa os protejam (bem como a todos nós, dos políticos rapaces que encaram erradamente a Bolsa como um limão de inesgotável potencial para ser espremido; bem como de supervisores que se preocupam mais com atividades sociais e de networking, do que com a defesa dos investidores que os sustentam com as suas comissões.Ámen)

comentários mais recentes
Seguro morreu de velho... 01.08.2017

Amigos e Colegas Investidores: com respeito pelas recomendações que são feitas para ações individuais e sem negar a sua potencial utilidade para muitos investidores institucionais e/ou privados - permito-me recordar as conclusões de um interessantíssimo paper de Zarate, referente a um período de algumas décadas: nos resultados dos investidores, a seleção específica de ações foi responsável pelo retorno em cerca de 10% da importância , a alocação estratégica de ativos, em cerca de 78% e a alocação tática com adaptação à conjuntura, por cerca de 6%.Para mim, a relevância especifica de tais números , é que permitem orientar a alocação de tempo que um investidor deve aplicar à atividade de Research da Bolsa, e é minha convicção pessoal que o capital mais precioso que se investe em Bolsa...não é prioritariamente o dinheiro (que é sempre recuperável), é o tempo,pois que a irrecuperabilidade deste é tão certa... como a morte e/ou os impostos !

Seguro morreu de velho 31.07.2017

Amigos: cada caso é um caso e todos os casos são dignos de respeito.O meu não vale como exemplo, mas dentro do princípio de que a melhor forma de ajudar os outros em Bolsa é contrariar a prática de S.Tomás (fazei o que ele diz mas não o que ele faz), eis o que ando a fazer, sem ter eu próprio a certeza de que possa ser o melhor: Estou-me a poupar e à espera de um próximo e inevitável bear market a sério para no final ir à pesca de pechinchas. Entretanto vou trabalhando num modelo de ações EUA integrando não só os vários drivers baseados no efeito Momentum (captados por Análise Técnica Quantitativa) como também os efeitos Valor e Qualidade (captados por Análise Fundamental também Quantitativa).Mas até agora, e para o período 1999-2017, os resultados não tem sido de entusiasmar face ao passado, embora esteja a trabalhar com um total de 517 drivers, sistemas neuronais e algoritmos genéticos.Mas não desisto, pois sigo o lema de tenacidade de um ilustre antepassado: “Alma até Almeida”.

Anónimo 31.07.2017

NOS potencial de queda eh eh eh . Perguntar ao BPIspanhol, porquê.....

Anónimo 31.07.2017

O BCP ainda vai cair muito! Esperem pelo mês de Agosto....

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub