Bolsa Dados do PIB e imobiliário arrebitam Wall Street

Dados do PIB e imobiliário arrebitam Wall Street

As bolsas norte-americanas, que abriram a semana a corrigir dos ganhos recentes, voltaram hoje aos ganhos, animadas pelos dados relativos ao PIB e ao imobiliário.
Dados do PIB e imobiliário arrebitam Wall Street
Reuters
Carla Pedro 29 de Novembro de 2016 às 21:43

O índice industrial Dow Jones fechou a sessão desta terça-feira a somar 0,12% para 19.121,60 pontos, e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,10% para se fixar nos 2.204,66 pontos.

 

Também o tecnológico Nasdaq Composite ganhou terreno, a valorizar 0,21% para 5.379,91 pontos.

 

Os principais índices do outro lado do Atlântico chegaram a estar a recuar, devido à forte descida dos preços do petróleo – que penalizou os títulos do sector da energia – em clima de incerteza quanto aos resultados da reunião da OPEP amanhã em Viena.

 

No entanto, as praças norte-americanas conseguiram regressar a terreno positivo, se bem que com subidas tímidas. A animar estiveram os dados relativos ao mercado imobiliário nos EUA e também os números do PIB no terceiro trimestre – com o crescimento da economia norte-americana a ter quase duplicado, superando as estimativas dos analistas.

 

Entre os destaques, do lado dos ganhos, esteve a Tiffanny, que somou 3,2% devido ao aumento das suas vendas na China e no Japão.

 

Os investidores estão de atenções viradas para a Reserva Federal norte-americana para verem se irá aumentar os juros directores já na reunião de 13 e 14 de Dezembro – as probabilidades médias apontadas são de 100%, contra 68% no início de Novembro.

 

A Fed, recorde-se, iniciou o movimento de subida das taxas de juro em Dezembro do ano passado, tendo os juros directores aumentado para um intervalo compreendido entre 025% e 0,50% - desde Dezembro de 2008 que estavam fixados no mais baixo nível de sempre, entre 0% e 0,25%.

 

A centrar as atenções dos investidores está também o relatório do emprego nos EUA, que será divulgado na sexta-feira, 2 de Dezembro.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub