Bolsa Dólar cai, bolsas reforçam ganhos e juros aliviam após discurso de Yellen

Dólar cai, bolsas reforçam ganhos e juros aliviam após discurso de Yellen

Sem novidades sobre política monetária, a intervenção da presidente da Reserva Federal norte-americana defendeu que as reformas feitas nos últimos anos reforçaram o sistema financeiro sem impedir o acesso ao crédito.
Dólar cai, bolsas reforçam ganhos e juros aliviam após discurso de Yellen
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 25 de agosto de 2017 às 15:53
Sem novidades em matéria de política monetária, a intervenção de Janet Yellen esta sexta-feira, 25 de Agosto, no encontro de banqueiros mundiais em Jackson Hole, elogiou as reformas feitas no sector financeiro no pós-crise e deixou o conselho: todas as futuras alterações ao sistema devem ser "modestas" para preservar o aumento da resistência.

Os mercados bolsistas reagiram positivamente nos momentos seguintes a ter-se conhecido o conteúdo do discurso, que aparentemente conteve a especulação no mercado de que Yellen poderia ter aproveitado a ocasião para sinalizar uma postura mais agressiva da Fed em relação ao ritmo de aumento de juros.

Os três principais índices norte-americanos (S&P 500, Nasdaq e Dow Jones) subiram para o valor mais elevado na sessão (que tinha arrancado há uma hora), com o mais transversal, o S&P 500, a ficar em 2.453,96 pontos.

A negociação de dívida também reagiu, com os alívios na generalidade das maturidades a aprofundarem-se em mercado secundário. A yield da dívida a 10 anos caiu 2,2 pontos base para 2,1711%.

No mercado cambial, o dólar aprofundou as quedas face ao euro, recuando 0,57% para 0,8427 euros, não chegando ainda assim para renovar o mínimo de Janeiro de 2015 tocado há três semanas. A queda face ao iene foi de 0,2%, depois de ter estado a ganhar cerca de 0,3% ao longo da sessão.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 25.08.2017

É pá! eu devo estar com os copos... ou então é o meu PC que pifou... Bolsas reforçam ganhos? está tudo negativo! como é?

KKKKKKK como é Costa? 25.08.2017

Por cá nem com turismo isto arrebita. Está tudo falido.

Saber mais e Alertas
pub