Bolsa Dow Jones sobe há sete sessões e marca novo recorde de fecho

Dow Jones sobe há sete sessões e marca novo recorde de fecho

As bolsas norte-americanas encerraram em alta, com o Dow Jones a estabelecer mais um recorde de fecho de sessão.
Dow Jones sobe há sete sessões e marca novo recorde de fecho
Reuters
Carla Pedro 15 de Novembro de 2016 às 21:43

O índice industrial Dow Jones fechou esta terça-feira a ganhar 0,29% para 18.923,06 pontos, o que constitui um novo recorde de fecho. Isto depois de ontem ter estabelecido um máximo histórico nos 18.934,05 pontos.


O Standard & Poor’s 500, por seu lado, terminou a subir 0,80% para 2.180,4 pontos. Já o tecnológico Nasdaq Composite conseguiu somar 1,10% para se fixar nos 5.275,62 pontos.

 

Os preços do petróleo escalaram mais de 5%, tanto no mercado londrino como nova-iorquino, depois de três sessões em baixa, o que deu gás aos títulos da energia e ajudou a impulsionar a tendência altista em Wall Street.

 

Com efeito, o sector da energia foi o que teve melhor desempenho hoje nas bolsas do outro lado do Atlântico, com destaque para os títulos da Exxon Mobil e Chevron, sendo que na Europa se evidenciaram a Royal Dutch Shell e a BP.

 

"O mercado está claramente a ver maiores probabilidades de um corte de produção por parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, depois de antes se ter mostrado bastante pessimista", sublinhou o Commerzbank numa nota de análise.

 

Além disso, as vendas a retalho nos EUA aumentaram em Outubro mais do que se esperava, reforçando assim as expectativas de que a Reserva Federal norte-americana decida subir os juros directores na reunião do próximo mês.

 

Por outro lado, as tecnológicas, que começaram por ser bastante penalizadas após a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 8 de Novembro, já conseguiram regressar a terreno positivo, o que animou o Nasdaq.

 

Também as companhias aéreas registaram ganhos, com destaque para a American Airlines, Delta, United Continental e Southwest, depois do anúncio de que o investidor Warren Buffett comprou posições nestas quatro grandes transportadoras. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub