Bolsa Dow Jones soma e segue acima dos 20.000 pontos

Dow Jones soma e segue acima dos 20.000 pontos

Os principais índices de Wall Street voltaram hoje a estabelecer novos recordes. E apesar de o Standard & Poor’s 500 e o Nasdaq terem encerrado em ligeira baixa, o Dow Jones não arredou pé de terreno positivo.
Dow Jones soma e segue acima dos 20.000 pontos
Reuters
Negócios 26 de janeiro de 2017 às 21:39

O índice industrial Dow Jones, que ontem atingiu pela primeira vez na sua história de 121 anos o patamar dos 20.000 pontos, prosseguiu hoje a senda altista, marcando um novo máximo de sempre a meio da sessão, nos 20.125,58 pontos, e um recorde de fecho ao encerrar com um ganho de 0,16% para 20.100,91 pontos.

 

Em contrapartida, o Standard & Poor’s 500 terminou a ceder, mas muito marginalmente: recuou 0,07% para 2.296,68 pontos. No entanto, na negociação intradiária chegou a fixar um novo máximo histórico, desta vez nos 2.300,99 pontos.

 

Também o tecnológico Nasdaq Composite estabeleceu um novo recorde, ao tocar pela primeira vez nos 5.669,61 pontos, mas fechou a resvalar 0,02% para 5.655,17 pontos.

 

As descidas dos índices foram, assim, muito ligeiras – assim como a subida do Dow Jones –, num dia em que a tónica "bullish" perdeu alguma dinâmica, num contexto de renovada tensão entre o México e os Estados Unidos, ameaçando assim uma das maiores relações comerciais bilaterais do mundo.

 

Recorde-se que Trump assinou ontem a ordem executiva para se começar a construir o muro entre os EUA e o México, uma das suas "promessas" eleitorais. Entretanto, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, manifestou a sua recusa em ajudar a pagar este muro.

 

Trump reagiu, dizendo que se Nieto não queria pagar o muro, também escusava de ir à reunião que tinha agendada com o novo presidente norte-americano. E a resposta do lado mexicano não se fez esperar, com Nieto a cancelar a sua visita aos Estados Unidos.

 

Ao final do dia, foi entretanto avançado pelo secretário da Casa Branca para a imprensa, Sean Spicer, que Trump já idealizou uma forma de o México pagar e que passa por os EUA cobrarem um imposto de 20% sobre as importações mexicanas.

 

Do lado das perdas, destaque para os títulos ligados aos cuidados de saúde e também para a Caterpillar.

 

Já a puxar pelas subidas estiveram as companhias aéreas, animadas sobretudo pelos lucros acima do esperado por parte da Sothwest Airlines.

 

O eBay esteve igualmente em alta, a beneficiar dos seus resultados trimestrais, que agradaram aos investidores. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub