Câmbios Draghi leva euro aos 1,25 dólares

Draghi leva euro aos 1,25 dólares

Os comentários do presidente do Banco Central Europeu levaram o euro a subir mais de 1%, superando a fasquia dos 1,25 dólares. Contudo, os ganhos abrandaram com o responsável a baixar as expectativas quanto à subida dos juros este ano.
Draghi leva euro aos 1,25 dólares
Reuters

Graças a um comentário de Mario Draghi, o euro a superou a fasquia dos 1,25 dólares, renovando um máximo de Dezembro de 2014. Uma outra afirmação levou a moeda a abrandar para os actuais 1,24 dólares.

Vamos por partes. Durante a conferência de imprensa, o presidente do Banco Central Europeu (BCE) foi questionado sobre o fortalecimento da moeda única. Draghi afirmou que o banco central não tem objectivos para as taxas de câmbio, o que animou os investidores e deu ganhos à moeda, tendo esta atingido os 1,2537 dólares.

Ainda durante a conversa com os jornalistas, o responsável admitiu a recente volatilidade do euro era uma fonte de incerteza mas não se terá mostrado muito inquieto com esta recente evolução da divisa, segundo a agência Reuters.

Outro dos temas abordados na conferência de imprensa foi os juros. Mario Draghi sublinhou que o BCE não deverá aumentar as taxas de juro em 2018. Em resposta às perguntas dos jornalistas, o presidente da autoridade monetária disse que, "com base nos dados existentes actualmente, vejo muito poucas hipóteses de as taxas de juro serem aumentadas de alguma forma este ano".

Estas palavras abrandaram o crescimento da moeda face ao dólar. O euro sobe agora 0,60% para 1,2482 dólares.

No comunicado inicial, o BCE já tinha deixado claro que espera manter os juros nos actuais níveis "bem para lá do horizonte do programa de compra de activos". "Ainda não podemos cantar vitória", acrescentaria Draghi na conferência de imprensa. A economia está a acelerar, mas os preços e os salários ainda não parecem estar a reagir.

Relativamente ao programa de compra de activos, a autoridade monetária garantiu que as compras mensais até 30 mil milhões de euros vão prolongar-se até Setembro deste ano.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

Clap! Clap! Clap! palminhas para o mr. Draghi e sus muchachos do BCE. Continuai as vossas políticas com o Euro cada vez mais inchado! Siga a festa!

MALDITO DIOGO PANE .... perdão CAVALEIRO Há 4 semanas

QUE ONTEM ao INVENTAR aquela NOTICIA MALUCA sobre o MILENIUM BCP tirou - lhe a ENERGIA senhor diogo PAN ..... perdão CACALGADURA agora deveria FICAR de DIARREIA pelo menos ATÉ á PASCOA

pub