Investidor Privado E se eu quiser mudar o meu PPR?

E se eu quiser mudar o meu PPR?

Transferir o PPR para outro produto semelhante custa uma comissão máxima de 0,5%.
E se eu quiser mudar o meu PPR?
Reuters
Patrícia Abreu 05 de junho de 2017 às 10:22
O investimento em produtos de poupança para a reforma está a aumentar, mas as taxas oferecidas nos PPR mais populares, os que têm garantia de capital, estão a ficar cada vez menos atractivas. Quem não está satisfeito com os retornos pode sempre trocar por outros mais atractivos. É possível mudar sem perder os benefícios fiscais. E, em alguns casos, até sem ter de pagar mais comissões.

Ao transferir para outro PPR, o aforrador não está a quebrar o compromisso de poupança para a reforma. E garante os benefícios atribuídos pelo Estado. Ou seja, não tem de devolver o benefício à entrada, mantendo a tributação reduzida no momento do resgate. Este processo de transferência de PPR está isento de custos para os aforradores, tratando-se de produtos sem garantia de capital. No caso de se tratar de um produto com garantia, de capital ou rendimento, aí a gestora pode cobrar uma comissão. No entanto, essa comissão está limitada a um máximo de até 0,5% do valor a transferir.

Para prosseguir com o processo terá que escolher primeiro o produto em que quer investir, perguntar à gestora se aceita a transferência e depois dirigir-se à sua gestora ou seguradora e a informá-la da sua intenção de transferir a poupança. A partir deste pedido, a entidade gestora tem um prazo de 10 dias úteis para transferir o valor do PPR, sendo que o montante a transferir pode ser total ou apenas parcial.





A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub