Bolsa EDP, Mota e Navigator dão fecho negativo à bolsa de Lisboa

EDP, Mota e Navigator dão fecho negativo à bolsa de Lisboa

A praça portuguesa não escapou à tendência do resto da Europa e fechou o dia em terreno negativo. A eléctrica encerrou a cair mais de 3%. Na Europa, as tecnológicas afundaram mais de 3,5%.
A carregar o vídeo ...
Paulo Zacarias Gomes 12 de junho de 2017 às 16:44
A praça portuguesa encerrou a sessão desta segunda-feira, 12 de Junho, em terreno negativo, penalizado pelas quedas da EDP, da Mota Engil e da Navigator e apesar dos ganhos da Pharol e do BCP.

O PSI-20 terminou o dia a recuar 0,77% para 5.258 pontos, com 15 títulos do lado das quedas e quatro em alta.

À eléctrica liderada por António Mexia coube a maior queda do índice, a ceder 3,09% para 3,17 euros, perante a intenção manifestada pelo Governo de recuperar até 500 milhões de euros em rendas excessivas.

Uma notícia que o Haitong considera "negativa" para a eléctrica, por não afastar o ruído em torno da questão dos Custos para Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC), acreditando no entanto que a EDP "não deverá ser forçada a devolver os ganhos passados".

Quase metade - nove - dos títulos do PSI-20 apresentaram quedas superiores a 1%, tendo a Mota-Engil recuado 2,35% para 2,322 euros. Com o petróleo a recuperar valor nos mercados internacionais (soma mais de 1% em Nova Iorque e em Londres), a Galp não reflectiu a apreciação e cedeu 0,26% para 13,5 euros. A Navigator recuou 1,89% para 3,889 euros.

Só quatro títulos tiveram performance positiva, com Pharol, BCP e Montepio a registarem ganhos superiores a 1%. O banco liderado por Nuno Amado subiu 1,36% para 0,238 euros, no dia em que o Norges Bank anunciou novo reforço no capital da instituição, detendo agora 2,645% do capital

A bolsa nacional seguiu assim a tendência da maioria das pares do resto da Europa, onde - tal como nos mercados nos Estados Unidos - são os recuos das tecnológicas a marcar o andamento das bolsas, depois de alertas do Goldman Sachs em relação à baixa volatilidade de títulos como Facebook, Amazon, Apple, Microsoft ou Alphabet, que levam os investidores a menosprezarem riscos.

O índice tecnológico penalizou fortemente as acções europeias, tendo sido o que mais caiu - 3,59% -, levando o Stoxx 600 a recuar 0,92% para 386,78 pontos. No Velho Continente as maiores quedas cabiam a Madrid e Paris, enquanto Atenas avançava 0,32%.

(Notícia actualizada às 17:01 com mais informação)



A sua opinião34
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
bruno 13.06.2017

vendi tudo da EDP na semana anterior por 3,25 e vendi igualmente as 10.000acções que tinha da navigator.. conclusão: a semana passada realizei mais valia de 2300€. Quem guarda navigator até ex-dividend só perde.. A mais valia do dividend desparece na venda da ação.

Anónimo 12.06.2017

Paulatinamente bcp arruma a casa e já é internacionalmente reconhecido como um caso de sucesso sustentado.
Agora já se fala no seu envolvimento para o Montepio.
O DB reconhece o potencial do seu crescimento.
Acho que brevemente teremos boas noticias

Criador de Touros 12.06.2017

Quem vem aqui dizer que sabe tem obrigação de demonstrar que sabe, ou então é um grande mentiroso. Avancem !!; )

investidorll 12.06.2017

reforcei Navigator, ate dia 5 de julho chega aos 4.20 euros,

ver mais comentários
pub