Bolsa EDP Renováveis continua a negociar 2% acima da OPA

EDP Renováveis continua a negociar 2% acima da OPA

As acções da EDP Renováveis terminaram o dia a cair quase 2%. Mas, ainda assim, continuam a negociar acima da contrapartida oferecida pela EDP, o que sugere que há investidores que ainda acreditam numa revisão da oferta. Algo que não é partilhado pelos analistas.
EDP Renováveis continua a negociar 2% acima da OPA
Sara Antunes 06 de julho de 2017 às 17:21

As acções da EDP Renováveis fecharam a sessão a cair 1,88% para 6,893 euros, com um volume acima da média. Trocaram de mãos mais de um milhão de acções da empresa liderada por João Manso Neto (na foto), quando a média diária negociada nos últimos seis meses é inferior a 540 mil.

 

A EDP acompanhou esta evolução, tendo perdido 1,26% para 2,822 euros.

 

Este comportamento bolsista surgiu no dia em que arrancou a oferta pública de aquisição (OPA) da EDP. A contrapartida está fixada nos 6,75 euros, depois de descontado o dividendo de 0,05 euros pago pela Renováveis aos seus accionistas.

 

O que significa que a Renováveis continua a negociar 2% acima da contrapartida oferecida pela eléctrica liderada por António Mexia. Um comportamento que será justificado pelo facto de alguns investidores ainda acreditarem na revisão da oferta. Uma visão que não é partilhada pelos analistas.

 

O Haitong vê agora uma menor probabilidade de aumento de preço da OPA da EDP à Renováveis, isto porque a oferta tem um mecanismo de protecção dos investidores minoritários que passa pela ordem irrevogável de compra a 6,75 euros se atingir 90% da Renováveis na OPA mas não ultrapassar esse patamar. O objectivo da EDP é mesmo retirar a empresa de energias renováveis de bolsa.

 




pub