Bolsa Em dois dias Norges Bank deixou e voltou a ter participação qualificada no BCP

Em dois dias Norges Bank deixou e voltou a ter participação qualificada no BCP

Depois de a 6 de Fevereiro, o fundo soberano da Noruega ter alienado acções do BCP e ter deixado de deter uma participação qualificada na instituição, no dia 8 de Fevereiro o Norges Bank voltou a superar os 2% do capital social do banco português.
Em dois dias Norges Bank deixou e voltou a ter participação qualificada no BCP
Bloomberg
Negócios 09 de fevereiro de 2018 às 21:03

Em apenas dois dias o fundo soberano norueguês Norges Bank deixou de ter e voltou a ser detentor de uma participação qualificada no BCP.

 

Em comunicado enviado esta sexta-feira, 9 de Fevereiro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP informa que, na sequência de uma operação realizada no dia 8, o Norges Bank passou a ter uma posição de 2,08% no capital do banco liderado por Nuno Amado.

 

A compra de acções que permite ao fundo norueguês superar o patamar de 2% (a partir do qual se detém uma participação qualificada) aconteceu dois dias depois de, na terça-feira, 6 de Fevereiro, o Norges Bank ter vendido títulos accionistas do banco português, passando de 2,005% para 1,75% do capital social da instituição financeira lusa.

 

Ou seja, concluídas estas operações realizadas no espaço de 48 horas, o fundo soberano da Noruega passou a ter mais 0,075% do capital que detinha anteriormente no BCP.

 

O Norges Bank tem-se mantido muito activo na negociação de títulos do BCP. Ainda a 5 de Fevereiro tinha reforçado a posição no banco luso para 2,005%. Em 22 de Janeiro tinha reduzido de 2,09% para 1,78%, isto depois de em 19 de Janeiro ter aumentado de 1,96% para 2,09%.




Saber mais e Alertas
pub