Mercados Empresa de Champalimaud já gastou 6,5 milhões a reforçar nos CTT

Empresa de Champalimaud já gastou 6,5 milhões a reforçar nos CTT

A Gestmin está a comprar acções dos CTT em todas as sessões, sendo que desde 29 de Dezembro já investiu 6,5 milhões de euros.  
Empresa de Champalimaud já gastou 6,5 milhões a reforçar nos CTT
Nuno Carregueiro 17 de janeiro de 2018 às 17:24

A Gestmin, holding de Manuel Champalimaud, continua a reforçar no capital dos CTT, comprando acções da empresa onde é maior accionista, numa base diária.

 

De acordo com um comunicado da cotada, a Gestmin comprou 382.675 acções nas sessões de 11 de 12 de Janeiro, num investimento de 1,44 milhões de euros.

 

A empresa de Manuel Champalimaud está há cerca de três semanas a comprar acções dos CTT em todas as sessões, um movimento que surge depois de os títulos terem recuado mais de 40% em 2017 e de no final no ano a empresa ter apresentado um plano de reestruturação que pressupõe o corte de 800 postos de trabalho.

 

Entre as sessões de 29 de Dezembro e 4 de Janeiro comprou quase 500 mil acções num investimento de perto de 2 milhões de euros. Entre as sessões de 5 e 10 de Janeiro comprou 832 mil acções e gastou 314 milhões de euros.

 

Contas feitas, em cerca de três semanas a Gestmin investiu 6,5 milhões de euros para reforçar nos CTT, onde já ocupava a posição de maior accionista. Agora detém 18.260.787 acções da cotada liderada por Francisco Lacerda, que correspondem a 12,17% do capital. 




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Cleo da Silva 17.01.2018

eu acho que há aqui pouca gente de pouca cultura açionista...
falam em que Champalimaud deixe de comprar ações.
já pensaram que se ele parar de comprar a ação CTT começara logo a cair e o Champalimaud ficara agarrado??
ele compro dia 10 e 11, devia ter sido a 3,80 mais ou menos...
depois houve a queda de 9% do titulo no dia 12 de janeiro, que ele ai já está a perder.
que se ele deixar de comprar agora , mais perdera, nas que comprou a 3,80, porque agora estão a 3,49..
e perderá mais se ficar com elas, com o titulo a cair....
ele de certeza quer que ela subam.... se não ficará lixado.

comentários mais recentes
So mais uma Vigarice...Grossa,Sr PR onde esta. 19.01.2018

Mas e claro que a vigarice esta bem montada e os Xuxas esta dentro.Pois sao os actuais GEOs da treta que estao fazendo este Roubo e nao a Lei neste antro de ladroes.E onde param os Policias de Bruxelas estao tomando uns copos e f...umas gajas como dizia o Holandês.Com essas meias verdades nos sodomi

Anónimo 18.01.2018

Uma vez nacionalirazaram-lhe tudo, que no entretanto ja destruíram a encher a pança. Não aprendeu. Continua a comprar para um dia os geringonços se voltarem a alimentar. Que nacionalizem os CTT mas paguem ao preço que os privatizaram. Ou já não há guito para isso?

pequeno acionista 17.01.2018

jornal de negocio irá me perder como leitor diario deste site na internet,
os ataques aos CTT SÃO QUASE DIARIOS para que a cotação desça que é inadimissivel.
isto é só aqui no JORNAL DE NEGOCIOS, porque estes ataques não se passam assiduamente nos outros sites economicos, comoo ECO, ou o DIARIO ECONOMICO.
isto é persiguição, e quem não está bem muda-se.
e eu vou-me mudar, porque o JORNAL DE NEGOCIOS está a mexer com o meu dinheiro.

Cleo da Silva 17.01.2018

eu acho que há aqui pouca gente de pouca cultura açionista...
falam em que Champalimaud deixe de comprar ações.
já pensaram que se ele parar de comprar a ação CTT começara logo a cair e o Champalimaud ficara agarrado??
ele compro dia 10 e 11, devia ter sido a 3,80 mais ou menos...
depois houve a queda de 9% do titulo no dia 12 de janeiro, que ele ai já está a perder.
que se ele deixar de comprar agora , mais perdera, nas que comprou a 3,80, porque agora estão a 3,49..
e perderá mais se ficar com elas, com o titulo a cair....
ele de certeza quer que ela subam.... se não ficará lixado.

ver mais comentários
pub