Bolsa Energia dita queda da bolsa

Energia dita queda da bolsa

A bolsa nacional segue em queda, pressionada pelo sector da energia, numa manhã marcada pela queda nos mercados bolsistas europeus e pela baixa liquidez.
Energia dita queda da bolsa
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 30 de dezembro de 2016 às 11:55

O PSI-20 recua 0,10% para 4.663,52 pontos, com sete cotadas em queda, oito em alta e três inalteradas. Entre os congéneres europeus a tendência também é de quedas, num período que tem sido marcado por uma baixa liquidez devido às comemorações de Natal e fim de ano.

 

Na bolsa nacional é o sector da energia que mais pressiona, com a EDP a cair 0,41% para 2,913 euros e a Galp Energia a ceder 0,74% para 14,10 euros, num dia em que os preços do petróleo estão a registar oscilações pouco definidas. O barril do Brent, negociado em Londres e referência para Portugal, está a subir 0,02% para 56,86 dólares.

 

Do lado oposto segue a EDP Renováveis, que sobe 0,30% para 5,962 euros, bem como a REN, que aprecia 0,37% para 2,698 euros.

 

A pesar na negociação está também a Nos, ao perder 0,32% para 5,635 euros.

 

Na banca, o BCP, que ainda ontem chegou a tocar num novo mínimo ao negociar nos 1,02 euros, está a subir 1,43% para 1,065 euros. O BPI avança 0,09% para 1,129 euros, enquanto as unidades de participação do Montepio descem 0,24% para 0,42 euros.

 

A travar a queda está também a Jerónimo Martins, ao subir 0,17% para 14,565 euros, numa altura em que a Sonae SGPS também está a apreciar 0,11% para 0,871 euros. 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
investidor Há 3 semanas

BOLSAS EUROPEIAS ENCERRAM COM O PE DIREITO, TUDO NO VERDE MENOS ESTE CANCRO DO PS-I DESGRACA., MAS DEVE SEGUIR O MESMO CAMINHO DA RECUPERACAO, PENSO QUE ENCERRA NO VERDE, APOSTAR NOS DIVIDENDOS,

nando Há 3 semanas

A energia vai estar em alta em 2017. Atente-se à situação na Síria e Arabia Saudita. A China vai dar um empurrão. Por cá, a Bolsa vai ao fundo cada vez mais. Qualquer investimento no PSI20 é dinheiro atirado fora.

Ramiro Santos Há 3 semanas

BOLSA, TODOS OS INDICATIVOS APONTAM PARA UMA SUBIDA SUBSTANCIAL DO PRINCIPIO DO ANO ,E QUE DEVE CONTINUAR ATE JUNHO JULHO, tendo algumas correcoes derivado aos dividendos, hoa certa de comprar, empresas com bons dividendos,i caso da Navigator,

Anónimo Há 3 semanas

COFINA: FORTE CONTINGÊNCIA QUE A PREJUDICAVA, TERMINA AMANHA, SEM NADA TER ACONTECIDO
Investidores da Cofina terão motivo para fortes valorizações em 2017, depois de contingência de cerca de 3 anos chegar ao fim amanhã, sem nada de prejudicial ter ocorrido. COMPRA MUITO FORTE.

pub