Bolsa Erro no Nasdaq coloca Amazon, Microsoft e Apple com a mesma cotação: 123,47 dólares  

Erro no Nasdaq coloca Amazon, Microsoft e Apple com a mesma cotação: 123,47 dólares  

Os dados de um teste rotineiro efectuado pelo Nasdaq foram utilizados pelos clientes como sendo reais.     
Erro no Nasdaq coloca Amazon, Microsoft e Apple com a mesma cotação: 123,47 dólares  
Reuters
Nuno Carregueiro 04 de julho de 2017 às 10:56

Qual a probabilidade de uma série de cotadas, incluindo diversas gigantes tecnológicas, apresentarem exactamente a mesma cotação? Quase zero, sobretudo quando as cotadas em causa negoceiam em bolsa a valores bem diferentes.

 

Mas, por breves instantes, foi isso que mostraram os terminais de cotações em Wall Street. No mercado after-hours (que funciona depois do fecho da sessão regular) as acções da  Amazon, Microsoft, Apple, Zynga, eBay e muitas outras tecnológicas cotavam todas nos 123,47 dólares. No total foram 16 as cotadas que apresentavam todas a mesma cotação.

 

Obviamente se percebeu rapidamente que só poderia ser um erro. Tendo em conta estas cotações, a Microsoft registava um tombo de 50%, a Zynga (produtora de jogos online) disparava mais de 3000% e valia mais que o Goldman Sachs e a Apple era avaliada em 3,4 biliões de dólares (acima dos actuais 751 mil milhões de dólares). A Alphabet e a Amazon desciam mais de 80%

 

O problema esteve aparentemente relacionado com testes efectuados na plataforma da bolsa tecnológica. De acordo com o Financial Times, é habitual as bolsas efectuarem testes com preços fictícios sendo que ontem o feed com estas cotações chegou aos clientes do Nasdaq, que as mostraram ao público. Segundo a Business Insider, aconteceu com a Bloomberg, Google Finance e Yahoo Finance.

 

Os clientes do Nasdaq e de outras bolsas por norma ignoram estas cotações de teste. Mas ontem a sessão foi mais curta que o habitual, com a negociação a terminar às 18:00 (hora de Lisboa), três horas mais cedo que o normal, o que terá então provocado este erro.

 

Segundo a Bloomberg, esta variação atípica nas cotações no after hours de ontem levou mesmo à suspensão automática de algumas cotadas afectadas. Contudo, não há relatos de que tenham sido efectuados negócios com estas cotações de teste.

 

O Nasdaq descarta responsabilidade neste erro, apontando o dedo aos clientes que lhe compram informação e a distribuem ao mercado. "O erro não foi do Nasdaq. Alguns clientes utilizaram dados de teste e apresentaram como se fossem cotações reais", afirmou operador bolsista.     

 

A bolsa tecnológica acrescentou que está a investigar "a utilização inapropriada destes dados distribuídos" através do serviço UTP ("unlisted trading privileges").

 

   



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub